DUBAI (Reuters) – O Irã anunciou neste domingo que vai renunciar ainda mais aos compromissos feitos em um acordo nuclear em 2015 com seis potências mundiais, mas que continuará cooperando com o órgão de fiscalização nuclear da ONU (Organização das Nações Unidas), a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), de acordo com a televisão estatal.

Um porta-voz do governo iraniano disse à emissora que o país não vai mais respeitar os limites estabelecidos sobre o número de centrífugas de enriquecimento de urânio que pode usar, o que significa que não haverá limites para a capacidade de enriquecimento, ou à pesquisa e desenvolvimento nuclear da nação. A partir de agora, essas diretrizes seguirão as necessidades técnicas iranianas.

O porta-voz disse que as medidas podem ser revertidas com a retirada de sanções dos Estados Unidos sobre Teerã.

Escrito por Parisa Hafezi

Com agências internacionais