O deputado estadual Jenilson Leite (PSB) presidiu os trabalhos legislativos da última sessão solene do ano na Assembleia Legislativa do Acre, nesta sexta-feira (13). 

Ao fazer a abertura da solenidade, Jenilson Leite destacou a importância da sessão para homenagear pessoas que nasceram em outros estados e países, mas que escolheram viver no Acre e que estão colaborando para o desenvolvimento do Estado.

“Estamos encerrando hoje nosso ano legislativo, um ano onde tivemos aqui, neste plenário, muitos debates políticos acalorados. Somos uma Casa de debates, sempre na busca do consenso, uma casa legislativa que acolheu neste ano que se finda os diversos setores da comunidade, recebendo reivindicações. Por isso, nada mais justo do que homenagear aqueles que ajudam e colaboram com o desenvolvimento do nosso Estado, estamos muito honrados em tê-los nesta casa”, declarou.

A Moção de Aplausos é concedida a pessoas e entidades que desenvolvem ou desenvolveram serviços relevantes à toda comunidade de determinado local. O Título de Cidadão trata-se de uma honraria que uma pessoa de importância recebe de alguma localidade. O cidadão agraciado passa a ser um irmão, um conterrâneo, uma pessoa da terra natal, no caso específico, um acreano.

Por indicação do deputado, o padre Sylvester Boamah, natural de Gana (África), que presta serviços religiosos no município de Tarauacá e de Jordão, foi agraciado com o título de cidadão acreano. O padre reside em Tarauacá há mais de uma década.

Outro religioso agraciado com uma honraria do legislativo foi o padre Benedito, Pároco da Igreja Católica em Feijó. Por sua obra social , na qual faz a entrega de sacolões e atendimento médico às pessoas carentes da cidade, sle recebeu a moção de aplausos. ” Quero agradecer o deputado pela homenagem. Eu e minha família ficamos felizes e o povo católico de Feijó”, agradeceu o padre. Benedito e Jenilson já realizaram uma ação de saúde em Feijó este ano.

Jenilson Leite também homenageou o músico Altemir Miranda, cujo nome artístico é Diouro. O músico taraucaense está completando trinta anos de carreira. Bastante emocionado, o cantor agradeceu o deputado pelo reconhecimento do seu trabalho.