O Presidente da Câmara de Brasileia, Rogério Pontes (MDB), questionou a postura do vereador Joelso Pontes (Progressista), durante a última Sessão Ordinária do 3° Ano legislativo realizado nesta terça-feira, 10, momento em que o parlamentar interrompeu a fala do vereador Zé Gabriele (PSB), postura que não é permitida pelo regimento interno da Câmara Municipal.

De acordo com o presidente, o vereador Joelso, usou todo o seu tempo regimental e falou tudo o que quis, sem ser interrompido na tribuna, porém não respeitou o tempo do seu colega e ainda usou palavras agressivas para se dirigir a chefe do executivo municipal, prefeita Fernanda Hassem, e a mesa diretora da câmara.

“O vereador Joelso falou tudo o que queria e os demais vereadores ouviram ele por questão de ética, ele não cumpriu regimento interno, em seu capitulo I, artigo 138, parágrafo 3º e 4º que diz que, o vereador não deve usar da palavra sem solicitar e sem receber consentimento do presidente e deve referir a outro vereador de forma respeitosa pelo forma de tratamento adequado, na hora em que o vereador José Roberto da Silva (Gabriele) foi usar a tribuna, o vereador Joelso não se contentou com as palavras e interrompeu a fala do colega, o que é um despeito à lei interna da Câmara e ao Vereador que está com a palavra que não pode ser interpelado”

O vereador presidente, disse ainda que Joelso Pontes estava muito exaltado e não atendeu as orientações da mesa diretora, onde descumpriu mais uma vez o regimento que diz no seu Art.142°  §2° que não é permitido aparte paralelos, sucessivos ou sem licença do orador.

Presidente afirmou que é lamentável ter ocorrido desavença na última sessão do ano, afirmou que não tem nada contra ele, mais é preciso manter o respeito, a ordem, a dignidade dentro Casa do Povo, ao regimento interno e as leis do município.

“ O vereador Pontes descumpriu com o regimento ele merecia ser punido, mais não vou fazer nada, só espero que ele respeite o Poder Legislativo, não a minha pessoa, mais a mesa diretora e aos demais colegas, se descumprir mais uma vez vou tomar as medidas cabíveis, é para isso que existe o regimento interno”, frisou.

O presidente da Câmara defendeu a gestão da prefeita Fernanda Hassem, e repudiou a forma desrespeitosa como o vereador Joelson Pontes se referiu a ela durante a sessão.

“A prefeita Fernanda é uma mulher de caráter que merece o nosso respeito, assim como todas as mulheres do nosso município, e de conhecimento de todos o bom trabalho que ela vem realizando no município, é uma das prefeitas mais bem avaliada do estado do Acre, apesar de nossas divergências que é natural dentro do regime democrático, terá sempre o meu apoio quando se tratar de projetos para beneficiar a população”, disse.

Para finalizar, o presidente reafirmou o seu compromisso com todos os servidores públicos do município: “quero dizer a todas as categorias do município de Brasileia que jamais serei contra os direitos dos funcionários, o nosso papel junto com o executivo é fazer o melhor por Brasileia”, concluiu.