Três pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas, nesta quarta-feira (27), no bairro João Eduardo, em Rio Branco. Na ação de cumprimento de mandado de busca e apreensão, a Polícia Civil apreendeu 35kg de skank, uma espécie de maconha geneticamente modificada. De acordo com a polícia, é a maior apreensão da droga no estado.

Entre os presos estão Raimundo Farias Gomes, conhecido como Jabuti, de 48 anos; Vanessa Faria Freire, 18 e Liane Gomes das Chagas, 30.

Segundo a polícia, Gomes já tinha sido preso com 20 kg de cocaína em 2017 em Acrelândia, no interior do Acre. Ele estava cumprido prisão em regime semiaberto, monitorado por tornozeleira eletrônica.

Além do skank, foram apreendidos 800 gramas de cocaína e um revólver calibre 38 com cinco munições intactas.

O coordenador da Delegacia de Repreensão e Combate ao Narcotráfico (Denarc), Pedro Resende, informou que o flagrante ocorreu após denúncia no Whatsapp da Polícia Civil.

“Mais uma vez o trabalho brilhante da equipe de investigação, que recebeu informação através do Whatsapp e passou a fazer a investigação minuciosa e conseguimos apreender a maior quantidade de skank na história da Polícia Civil do Acre. A informação é que parte dessa droga seria para abastecer o mercado interno e a grande maioria dela seria exportada para fora do estado. Eles pegaram essa droga no Peru, distribuíram nas bocas e o restante iria para fora”, disse o delegado.

Do g1 Ac