O MDB que tem como presidente estadual o deputado Flaviano Melo no final da tarde  divulgou uma nota justificando que os três parlamentares, Antônia Sales, Meire Serafim e Roberto Duarte vão votar favorável à reforma da maldade na Aleac amanhã, reforma esta que prejudica os trabalhadores e principalmente os professores.

Os dirigentes do MDB se reuniram para discutir esta questão. Quem também esteve presente foi o ex-prefeito de Brasileia Aldemir Lopes que foi um dos maiores responsáveis pela grande corrupção que aconteceu em toda a história do município e devido as suas práticas de corrupção. Aldemir foi preso em uma operação da Polícia Federal no Alto Acre em 2016, mas com tudo isso ainda é considerado um manda chuva do MDB do Acre. 

A nota assinada pelo presidente estadual do Partido em exercício, o ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, (esposo da Deputada Antônia Sales), que também tem uma ficha extensa na justiça por ser um dos maiores ficha suja do Acre, da mesma forma que Aldemir, Vagner e Aldemir na mesma sigla partidária é torna-se pequeno para os dois.

Mas em se tratando da nota veja abaixo um trecho: “aprovar a reforma da previdência ultrapassa interesses específicos de um governo e se inscreve na garantia de permanência da capacidade de pagamento do Estado, ameaçada por déficits crescentes e incontornáveis”.

Ao finalizar a nota, Vagner Sales diz que os deputados do MDB participaram de reuniões com os trabalhadores e representantes sindicais no sentido de atenuar os efeitos da reforma e torná-la mais justa.