A Polícia Civil concluiu, no início do mês de novembro, o inquérito que investiga o coordenador de uma escola em Mâncio Lima, suspeito de estuprar um menino de 12 anos. Segundo o delegado Obetâneo dos Santos, que comanda as investigações, o homem foi indiciado por estupro de vulnerável.

De acordo com as investigações, o menino de 12 anos relatou à família que foi vítima de estupro dentro da escola onde estuda na zona rural do município. Após a denúncia, o coordenador da escola municipal foi preso.

“Já conclui o inquérito do coordenador e enviei para o poder Judiciário e ele foi indiciado nesse procedimento”, informou o delegado.

Quando foi preso, o suspeito negou o crime. Após ser ouvido, o coordenador foi levado para a penitenciária de Cruzeiro do Sul.

O menino foi submetido a exame de conjunção carnal e, segundo o delegado, foi comprovado que havia ruptura no ânus da vítima.

Novas investigações

Apesar da conclusão deste primeiro inquérito, o delegado informou ao G1 que as investigações continuam, porque, após a prisão do coordenador, mais uma suposta vítima procurou a polícia para denunciá-lo.

“Agora, a nova investigação que está em curso vai ser objeto de um novo inquérito. Entendi que seria preciso uma investigação mais criteriosa e estamos no curso da investigação”, disse Santos.

O delegado informou ainda que a outra suposta vítima também é um menino e está na mesma faixa etária do outro. Do G1 Acre