O jovem André da Silva, de 22 anos, foi ferido com dois tiros e agredido com chutes, socos e pedaços de madeira no final da tarde desta quarta-feira (6) por membros da facção Bonde dos 13 (B13). A tentativa de homicídio aconteceu na Travessa Judia, no bairro Recanto dos Buritis, no Segundo Distrito de Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, André e seus amigos estavam prestando serviço para uma construtora, tapando os buracos das ruas no bairro Recanto do Buritis, quando vários homens membros do “B13” armados abordaram os trabalhadores e confundiram André com membro da facção Comando Vermelho.

Os criminosos  levaram o jovem para às margens do igarapé Judia para executá-lo. A vítima a todo momento negou aos faccionários ser membro de alguma facção e foi ferido com dois tiros. Não satisfeitos, os criminosos agrediram a vítima com vários chutes, socos e com um pedaço de madeira. Ao perceber que os faccionários iriam lhe matar, André aproveitou a distração dos criminosos e fugiu até a Travessa Judia.

O jovem foi perseguido pelos membros da facção e só conseguiu se livrar dos agressores quando encontrou os policiais militares e civis que já estavam à sua procura.

A ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e ao chegar no local, prestou os primeiros atendimentos e conduziu André ao Pronto Socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

Várias rondas foram feitas na região na tentativa de prender os criminosos, mas ninguém foi encontrado.

O caso segue sob investigação da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Por Ac24horas