O Humaitá ainda não tem data para iniciar os trabalhos da pré-temporada visando a disputa do Campeonato Acreano 2020, única competição profissional do clube para o próximo ano. O Tourão de Porto Acre aguarda a definição do início do estadual, que deverá acontecer em uma reunião da Federação Acreana de Futebol (FFAC) com representantes dos clubes da elite, na próxima quarta-feira (6).

Segundo o técnico Edson Maria, o Som, contratado pelo clube para comandar o time no Acreano, a preparação da equipe deverá começar em dezembro ou em janeiro, no campo do Juventus, em Rio Branco (AC).

– A gente tá aguardando a decisão da Federação com relação o início do campeonato. O Toniquim (Antônio Aquino Lopes, presidente da FFAC) colocou a data entre 22 de janeiro e 24 de abril. Se for começar em janeiro, nós começamos o trabalho em dezembro. Se for em fevereiro, nós começamos em janeiro – explicou.

Formação do elenco

Os atletas que devem formar o time para a próxima temporada não estão confirmados. Som revela que uma lista com nomes de possíveis jogadores locais foi montada, mas não tem nada confirmado.

– No papel nós temos uma lista de jogadores de qualidade que podem surpreender. O Humaitá ficou em uma colocação muito abaixo em 2019 e vamos tentar melhorar isso e quem sabe até buscar uma vaga na Copa do Brasil de 2021. Os nomes que colocamos (na lista) são praticamente os nomes que participaram do elenco no ano passado, não os de fora (do estado), esses aí estão descartados, mas os locais todos a gente já entrou em contato – disse.

Uma das maiores dificuldade para a formação da equipe é a falta de recursos financeiros que o clube enfrenta. Por isso, Som explica que precisa aguardar um posicionamento de outros clubes para saber se os jogadores listados vão aceitar jogar pelo Humaitá.

– Nós não temos muitas coisas para oferecer, vamos pegar aqueles que querem jogar com a gente pelo que a gente tem, que é nada – diz.

+ Saiba quais competições os clubes acreanos terão no calendário na temporada 2020

+ Campeonato Acreano 2020 terá “grupo da morte”; Galvez tem caminho mais fácil

Com relação as categorias de base do clube, o técnico não descarta usar os garotos para a formação do elenco, apesar de não ver o Humaitá com jovens atletas com a mesma qualidade de rivais como Rio Branco-AC e Galvez.

– Os jogadores da base que puderem fazer parte, nós vamos usar. Humaitá não tem uma base boa, mas vamos analisar as possibilidade para usar esses jogadores – conclui. Por Globo Esporte