Livro reúne poemas e contos em Cruzeiro do Sul. Estudante economiza dinheiro de bolsa para realizar sonho de publicar livro

Filho de pais analfabetos e desempregados e com o sonho de lançar seu próprio livro, o jovem Matheus Gomes resolveu economizar o dinheiro da bolsa acadêmica por um ano e pagou pela publicação. O livro foi lançado na escola em que o rapaz estudou por 11 anos para os colegas e ex-professores.

O sonho de escrever um livro surgiu quando o jovem tinha apenas 14 anos e participou de uma olimpíada de português. Matheus Gomes criou o gosto pela escrita e decidiu que ia ser escritor.

Ele é natural de Cruzeiro do Sul, filho de ribeirinhos e sempre morou no bairro Miritizal, periferia da cidade. Aos 20 anos, conseguiu expor, com orgulho, seu primeiro livro. Ele é acadêmico de biologia na Universidade Federal do Acre (Ufac) no campus Cruzeiro do Sul.

“Para você ver que não são apenas as escolas dos grandes centros e urbanas, mas também a periferia. Todas essas escolas necessitam de um olhar a mais da sociedade.

Matheus Gomes lançou o livro na escola em que estudou por 11 anos. Filho de pais analfabetos, jovem economiza dinheiro de bolsa por um ano para lançar livro no Acre 

É um orgulho para a comunidade inteira, para o bairro do Miritizal é uma conquista imensurável. Nossa e não apenas minha. Estou aqui nesse momento representando meu bairro e, principalmente, essa escola que foi minha segunda casa por 11 anos”, disse o jovem.

O caminho para chegar até o lançamento do livro não foi fácil. Sem dinheiro e sem apoio, o estudante, que tem como renda apenas uma bolsa universitária de R$ 400, economizou por mais de um ano e, por conta própria, contatou uma editora e pagou pela publicação.

“Eu investi o valor dessa bolsa que gastei nesse livro e, finalmente, consegui concluir e realizar meu grande sonho. Todos os recursos que eu usei foram meus, das bolsas que adquiri da universidade”, contou o escritor.

Ele fez questão de compartilhar a alegria com amigos e professores da antiga escola. Na Escola Estadual Madre Adelgundes Becker, Matheus fez todo o ensino fundamental e médio. Para a professora Érika Feitosa, o momento é de orgulho e demonstração de que com persistência, os sonhos podem se tornar realidade. “Aqui nós temos talentos, alunos maravilhosos, como em qualquer outro bairro”, diz.

Do G1 Acre