Mulher de 32 e esfaqueada no pescoço no bairro Calafate, em Rio Branco

Um rapaz que estava na porta da igreja tentou defender a mulher, mas foi atacado pelo agressor

Na noite desta sesta-feira, Andreia Ribeiro da Silva, de 32 anos, quase foi morta por arma branca (faca) após ser perseguida e esfaqueada pelo ex-companheiro, Cledson Freitas Feitosa, de 20 anos em Rio Branco.

A mulher contou à polícia que estava em sua residencia, localizada na rua Foca, no bairro Wilson Ribeiro, região do bairro Calafate, quando o jovem Cledson chegou com uma faca para lhe tenta matar.

Andreia conta para os policiais que saiu correndo e entrou em uma igreja, onde pediu socorro. Um rapaz que estava na porta da igreja ainda tentou defender a mulher, mas foi atacado pelo agressor, que lhe deixou uma perfuração no pescoço.

Em seguido, Cledson foi para cima da ex-companheira, que foi atingida com uma facada no pescoço e outras em uma das mãos.

Após cometer o crime, o agressor fugiu do local e as pessoas que estavam na igreja ligaram para o Samu e para a polícia pedindo ajuda.

Polícias militares do 4ª Batalhão foram até o local para tentar prender o suspeito, mas ele já havia escapado.