O policial federal Dheymersonn Cavalcante, suspeito de matar a filha de dois meses no Acre, foi preso pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (10) em um hospital em Maceió, Alagoas.

A Polícia Federal em Alagoas informou que cumpriu um mandado de prisão contra o policial federal Dheymersonn Cavalcante e que ele se encontra custodiado na sede da PF em Alagoas à disposição da Justiça do Acre.

O advogado do policial federal, Kaio Marcellus, informou que a prisão de Dheymersson é ilegal, porque a defesa impetrou uma ordem de habeas corpus e o Superior Tribunal de Justiça (STJ), por meio do ministro Leopoldo de Arruda Raposo, concedeu a ordem de habeas corpus para revogar a prisão preventiva do policial.

Dheymersson Cavalcante teve a prisão decretada pela Justiça do Acre em 11 de julho pela morte da filha Maria Cecília, de dois meses. A mãe da bebê denunciou que a criança passou mal e morreu depois do policial e a mãe dele terem dado duas mamadeiras de leite à criança.

O laudo apontou que a causa da morte foi broncoaspiração – insuficiência respiratória e obstrução das vias aéreas causadas pela quantidade de leite ingerido.

Veja o Vídeo: