Vídeo: O pau quebrou no submundo de assessores de Gladson; Silvio Santos poderá ser exonerado

No início desta semana, quando se pensava que a treta tinha acabado, eis que surge nas redes sociais e nos grupos de WhatsApp, um vídeo especialmente montado para atingir Silvio Santos.

O site 3 de Julho recebeu informações de fonte segura de que um dos protagonista do arranca-rabo no grupo de WhatsApp, o famoso Silvio Santos, poderá ser exonerado por Gladson Cameli após voltar de viagem, de acordo com a informação, a exoneração de Santos já está na mesa de Cameli e poderá ser divulgado no Diário Oficial do estado ainda esta semana.

A fonte ainda nos informou que a corda sempre quebra pro lado mais fraco e Gladson pode exonera apenas Silvio e Hedislandes Gadelha poderá continuar no Governo porque o mesmo tem uma boa relação com Cameli, Já Silvio tem muito bla bla bla e na rádio onde ele trabalha tem muitas reclamações dele, pois dá ordens em todos querendo ser o chefe.

Arranca Rabo, foram cerca de 50 áudios

Essa semana, dois desses “assessores” se pegaram numa discussão de baixo-nível em um dos muitos grupos de distribuição de notícias existentes no WhatsApp. Os assessores, ambos cargos de confiança do governo de Gladson Cameli, acusaram-se mutualmente com xingamentos, ofensas diversas e termos chulos que fariam corar até mesmo o mais assíduo frequentador de prostíbulo de garimpos.

Ao todo, foram cerca de 50 áudios trocados entre Assessores via WhatsApp. Entre os palavrões, um e outro se acusaram de envolvimento com a Justiça, de atitudes pouco republicanas no exercício da função pública, de práticas de chantagem, de tráfico de drogas, entre outras.

No início desta semana, quando se pensava que a treta tinha acabado, eis que surge nas redes sociais e nos grupos de WhatsApp, um vídeo especialmente montado para atingir Silvio Santos.

O vídeo usa imagens e áudios em que este diz que “Gladson e PT são tudo farinha do mesmo saco” ilustrado com imagens de Gladson e o ex-governador Tião Viana apertando as mãos. Em seguida, outros áudios e imagens em que Sílvio tece muitos elogios ao atual governo.

Veja o Vídeo:

Trânsito em ambos os governos

O interessante sobre os dois assessores protagonistas do esculacho via WhatsApp é que ambos estão há algum tempo transitando entre oposição e situação, não importando quem está no poder. Hedislandes Gadelha e Silvio Santos já “prestaram serviços” ao governo do PT. Gadelha, aliás, tinha acesso prioritário a informações que recebia diretamente de assessores do governo de Tião Viana, informações essas que divulgava em seu perfil nas redes sociais.

Já Silvio Santos, também teria exercido função gratificada no mesmo governo, mas, de acordo com o que foi afirmado nos áudios em questão, teria sido demitido por ofender parentes de secretários e de empresários.

Atualmente, Hedislande tem salário superior a R$ 6 mil no governo de Gladson Cameli. No início do atual governo, chegou a ser exonerado pouco depois de ter sido nomeado, mas voltou ao cargo meses depois recebendo, inclusive, os valores “atrasados”.

Sílvio Santos também recebe valor substancial do governo Gladson, mas admite, também, que recebe “ajuda de diversos prefeitos”, inclusive de prefeitura do Alto Acre.