Mâncio Lima se mobiliza para evitar transtorno que podem causar suicídio

O encerramento da campanha Setembro Amarelo reuniu mais de 1 mil estudantes, educadores e profissionais da saúde.

Assessoria – Depois de uma caminhada pela cidade, a atividade que marcou um mês de programação contra o suicídio, se concentrou na escola Antônio de Oliveira Dantas onde foi promovido um concurso de paródia, poesia e redação entre os alunos abordando o tema.

O prefeito Isaac Lima e o deputado Jonas Lima caminharam com o público que usou balões amarelos e cartazes para falar sobre os cuidados que se deve ter com as pessoas que sofrem com depressão ou enfrentam outros problemas que podem levar ao suicídio.

Na escola Antônio de Oliveira Dantas, várias autoridades estiveram prestigiando a programação e assistiram a uma palestra ministrada pela médica Hiame, que orientou os jovens a procurar os meios adequados na hora de sentir ou identificar alguém com sintomas de depressão.

Durante as atividades, o deputado Jonas Lima revelou que já sofreu com depressão e alertou para o problema. “Não desejo para ninguém, pois é uma coisa que a gente não sabe nem como o problema começa e como é difícil. Por isso, é importante um movimento como esse para alertar os jovens e toda sociedade sobre esse assunto. Aqui nós estamos prevenindo, pois não queremos perder vidas”, disse o deputado.

Em Mâncio Lima não existe registro de casos de suicídio, mas de acordo com a coordenação do Centro de Atendimento Psicossocial, Caps, atualmente mais de 1,5 mil pacientes são atendidos no centro e durante a campanha Setembro Amarelo foram identificados vários jovens que já tentaram tirar a própria vida. Também foram registrados alguns casos de mutilação.

“Estamos com todos os nossas unidades básicas de saúde para cuidar do nosso povo. Nossas atividades superaram todas as nossas expectativas e acredito que alcançamos os nossos objetivos. Queremos agradecer a toda nossa equipe do Caps que é muito comprometida, aos nossos diretores, aos alunos e ao prefeito Isaac e a vice Ângela Valente pelo apoio que nos dão para realizarmos todo trabalho”, falou secretária de saúde, Joice Gonçalves.

“É uma mobilização importante da Secretaria Municipal de Saúde para evitar um problema que hoje é uma mazela no nosso país. Aqui estamos com todos os instrumentos necessários nas nossas unidades de saúde e no Caps para atender as pessoas que precisarem de ajuda no momento mais difícil que estiver passando”, garantiu o prefeito Isaac.