Nomeada por Gladson, com mão de ferro, Jurema Feijó sonega marmita para funcionários do hospital Wildy Viana

A denuncia é do presidente da Câmara Rogério Pontes. Após ser nomeada a Gerente Administrativa por Gladson, Jurema Feijó suspendeu as marmitas para os servidores do hospital de Brasileia diz vereador.

Até a onde vai a arrogância, a falta de respeito e despreparação do ser humano com a coisa pública? Mais uma vez o site 3 de Julho traz denúncia sobre situações que só acontece no Hospital Regional do Alto Acre, Wildy Viana, desta vez trata-se da gerente administrativa da Unidade em tratar com mão de ferro os servidores, sonegando até comida, é na verdade um absurdo total o que está acontecendo.

O Presidente da Câmara Municipal de Brasileia, Rogério Pontes, procurou a redação do site 3 de Julho Notícias para denunciar o abuso praticado pela atual gerente administrativa do Hospital de Brasileia Wildy Viana, Jurema Cinthia Feijó ela que é esposa do Vereador do município de Brasileia Charbel Reis (PP), pertencente a mesma agremiação política do Governador Cameli.

De acordo com o Presidente Rogério, hoje os servidores do Hospital acima mencionado procuraram desesperadamente o parlamentar para denunciar sobre a falta de compromisso do Governador Gladson Cameli com relação ao pagamento, pois os funcionários estão a quase dois meses sem receber e ainda tendo que aguentar os abusos da Esposa do Vereador Charbel, Jurema Feijó.

Além do pagamento atrasado, hoje a gerente administrativa progressista, Jurema, resolveu suspender o fornecimento das marmitas para os funcionários sem nem avisar, de acordo com Rogério essa seria uma resposta aos servidores, após a denúncia da meia marmita  servida aos plantonista nesta segunda-feira.

A Jurema percebeu que a meia marmita servida não agradou e resolveu deixar os funcionários sem nenhuma no dia seguinte, atitude esta que deixou os servidores e o Presidente Rogério extremamente revoltados, pois os servidores da saúde não estão ali para serem punidos e sim para serem respeitados, pois prestam um relevante serviço à comunidade ainda que sem condições para trabalhar.

De acordo com relatos dos próprios funcionários, a denúncia sobre a meia marmita incomodou tanto a gerente progressista que hoje pela manhã, a mesma só faltou passar por cima de alguns servidores e nem si quer deu bom dia; cada um com a educação que tem!!

Os servidores se alimentaram hoje porque os parentes foram deixar comida e o presidente da Câmara de Brasileia Rogério Pontes se solidarizou e deixou refrigerantes e lanches para os mesmos poderem executar seus trabalhos com disposição.

“Isso que está acontecendo aqui é uma pouca vergonha, a gerente desse hospital tem que entender que não está na casa dela para tratar os colegas dessa maneira, eles estão sendo tratados como cachorro e isso é inadmissível, nós não podemos nos calar diante de situações como esta, não existe um argumento legal que justifique o que a senhora Jurema está fazendo e o Vereador Charbel, como representante do povo deveria interver nessa situação, afinal quem está causando tudo isso é a esposa dele”, disse o Presidente Rogério.

O presidente Rogério espera ainda que o Governador Gladson Cameli tome atitude quanto a esta servidora que só está onde está graças ao senhor Cameli, pois referente o que está acontecendo cabe até demissão por justa causa, o parlamentar disse ainda que se caso Gladson Cameli não se manifestar é por que está sendo conivente com Jurema.