CRM-AC fiscaliza Hospital do Câncer em Rio Branco e flagra falta de radioterapia e salas improvisadas

A unidade passa por ampla reforma, segundo a equipe de apoio que trabalha no local, não há uma previsão de conclusão das obras.

O Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC) fiscalizou o Hospital do Câncer (Unacon) na segunda-feira (9) e flagrou inúmeras irregularidades. Entre elas, a falta de radioterapia e salas de atendimento improvisadas. A vistoria foi feita pelo conselheiro Virgílio Prado.

Por conta da reforma, algumas salas de atendimento médico estão improvisadas e sem a divisão adequada, o que acaba atrapalhando a confidencialidade da consulta. Outra irregularidade encontrada foi que um dos consultórios sequer tem pia para lavar as mãos.

“Fomos informados também que a unidade está sem radioterapia, o equipamento antigo foi inutilizado e o novo ainda aguarda liberação do Ministério da Saúde para ser utilizado. Com isso, os pacientes estão sendo encaminhados para Porto Velho (RO) com grande tempo de espera (mais de 5 meses), atrasando tratamento e piorando o prognóstico”, informou o conselheiro.

No caso do tratamento cirúrgico, em especial as cirurgias de cabeça e pescoço, a espera tem ultrapassado um ano. Também foi constatado que pacientes com patologias benignas são passados na frente de pacientes oncológicos por decisão judicial.

Um relatório com todas as informações coletadas durante a fiscalização será encaminhado à Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) e ao Ministério Público do Acre (MP-AC) para que sejam tomadas as devidas providências.