Insatisfação na saúde e educação, mostra o governo de Gladson Cameli e Major Rocha fraco e sem rumo

O governador viajou em meio a duas grandes crises na sua gestão, início de greve na saúde e paralisação da educação.

Fora do estado em viagem pela Europa, o governador Gladson Cameli (Progressista) deixou seu vice Major Rocha (PSDB) pilotando o mar de confusões que rodeiam o Palácio Rio Branco.

Para quem quase criminalizava a política da florestania e defende a

abertura das florestas acreanas para o pasto e grandes plantações, chega a ser contraditório a busca por recursos que financiam políticas de preservação ambiental, bancada por bancos Europeus.

Uma das categorias que mais depositou votos no projeto de mudança vencedor das eleições em 2018, os trabalhadores se dizem enganados por Cameli e manifestam tamanha indignação e repudiam o desprezo dado pela secretária da pasta Mônica Feres.

Marcada para esta terça-feira (10), a greve da saúde promete mobilizar a categoria nos 22 municípios, deixando o que já é péssimo; um verdadeiro caos.

Hoje foi a vez do SINTEAC – Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre fazer sua paralização de advertência ao governo, com ocupação do prédio da Secretaria estadual de educação em Rio Branco. Durante todo dia, dezenas de trabalhadores se mantiveram na ocupação, com falas e discursos inflamados contra o que chamam de desmandos da SEE.

O Sindicato cobra a data base e acusa o governo de estar demitindo professores antes que se encerrem os contratos e cobram o pagamento imediato da VDP dos servidores provisórios.

Gladson deixou seu vice nesse emaranhado e apenas acompanha de longe; da (Alemanha) apenas ler os desdobramentos da confusão.

Além do impasse com trabalhadores da saúde e educação, a semana não deve ser de muita calmaria na Assembléia Legislativa, onde deputados estão bravos, depois que o governador vetou alguns pontos da LDO, aprovada antes do recesso de julho.

O governo não tem condução política e quando surge as crises, o desgaste traz consequências devastadoras para imagem do governador.