Advogada de Brasileia está entubada após passar por extração de líquido do cérebro e a doença foi confirmada

A paciente continua em estado grave, movimentando apenas braços e pernas e abrindo os olhos. “É um líquido turvo o que foi retirado da cabeça dela”, disse a mãe.

O diagnósticos dos médicos foi confirmado pela mãe da paciente, a ex-vereadora e ex-coordenadora do núcleo de educação de Brasileia, Leda Santiago, que acompanha a filha no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb).

A paciente continua em estado grave, movimentando apenas braços e pernas e abrindo os olhos. “É um líquido turvo o que foi retirado da cabeça dela”, disse a mãe. Filha de ex-vereadora internada no PS confirmam meningite bacteriana.

De acordo com Leda Santiago, Savana começou a passar mal ainda na sexta-feira (06). Reclamou de fortes dores de cabeça e tomou remédios achando que estava acometida apenas de um gripe. Sábado, dia 7, dia de descanso, ela foi repousar achando que melhoraria com isso. Não aconteceu e as dores de cabeça se intensificaram ao ponto de, no sábado à noite, após o Samu ser chamado, ela deu entrada na Upa e em seguida entrou em coma.

“Entrei em desespero porque nunca imaginei que minha filha tivesse sido acometida por esta doença. Desde criança, ela sempre foi vacinada. Teve toda a sua carteira vacinal preenchida”, disse Leda, ao ser cientificada de que era meningite o mal que acometera sua filha. Ela e outros parentes chegaram a Rio Branco ainda na madrugada de domingo.

Leda Santiago disse que sua filha foi bem atendida e de forma rápida no Huerb, mas reclamou da falta de divulgação em relação aos sintomas da doença. Segundo ela, se houvesse maior divulgação sobre os sintomas da doença, talvez a família tivesse percebido do que se tratava quando Savana passou a reclamar das primeiras dores. A paciente segue entubada no Hospital de Base. 

Por Tião Maia / contilnet