Governo firma termo de cooperação para estágios de futuros estudantes de Medicina no Juruá

Primeira faculdade de Medicina do Vale do Juruá está prevista para ser inaugurada em outubro próximo; Gladson Cameli já avalizou estágio para os alunos

Assessoria – O Governo do Estado do Acre celebrou convênio com o Instituto Tocantinense Presidente Antonio Carlos (ITPAC), em Cruzeiro do Sul, para promover parcerias nas áreas de estágio estudantil supervisionado e de atividades de aprendizagem profissional, para estudantes de Medicina, nas unidades de Saúde e nos setores administrativos da Secretaria de Estado da Saúde no Vale do Juruá.

O termo de cooperação institucional celebrado entre o governador Gladson Cameli e o representante do ITPAC, Ricardo Assunção, é primeiro passo para a implantação do curso de Medicina em Cruzeiro do Sul, um sonho antigo do povo cruzeirense, cujo primeiro vestibular, para uma turma de 50 estudantes, está previsto para acontecer em outubro próximo.

Pelo termo, assinado também pelo prefeito de Cruzeiro, Ilderlei Cordeiro, e pela secretária de Estado da Saúde, Mônica Feres Kanaan, fica estabelecido que os centros de Saúde, a nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) – que deve ser inaugurada na próxima semana –, assim como a Maternidade de Cruzeiro e o Hospital do Juruá, todos fazendo parte do Sistema Único de Saúde, deverão servir de apoio aos estudantes, regularmente matriculados e com frequência efetiva no curso de Medicina, para o estágio supervisionado e para atividades de aprendizagem em serviço.

“Sem dúvidas, esse era o maior anseio dos nossos jovens do Juruá e o nosso governo quer diminuir o sacrifício de obter a formação na área da Medicina. Nós vamos deixar de ser o rabo para se tornar a cabeça do cavalo. E a implantação do curso no Juruá é fundamental para o desenvolvimento regional e a qualidade de vida das pessoas que tanto precisam de uma Saúde eficiente”, afirmou o governador Gladson Cameli, na cerimônia de assinatura, no prédio do ITPAC.

Para Cameli, a comunidade acadêmica é uma importante contribuição para reduzir o número de pessoas à espera de um atendimento, melhorando a qualidade dos serviços.

O governador foi convidado por Ricardo Assunção a conhecer as dependências da futura escola de Medicina, que promete ser uma das melhores do país em oferta de novas tecnologias de ensino. “Nosso know how é de excelência. Estamos em todo o país e vamos garantir aqui um ensino de alta qualidade aos futuros alunos”, pontuou Assunção.

Além do vestibular próprio, a instituição adotará a média do Enem como critério de entrada. Segundo Ricardo Assunção, a previsão é que as obras de finalização da faculdade estejam prontas até meados de setembro, assim como o corpo de docentes, sendo que o primeiro vestibular será marcado para a primeira quinzena de outubro.