Conceder entrevistas, falar com a imprensa e divulgar os resultados de inquéritos investigativos de interesse público fazem parte do dia a dia de um delegado de polícia.

Pensando nisso, durante a academia para preparar os aprovados no último concurso da Polícia Civil, os alunos para o curso de delegado receberam noções de oratória e relacionamento com a mídia.

O curso de formação começou em julho deste ano com 277 alunos, entre eles delegados, escrivães, agentes e auxiliar de necropsia. Na grade curricular foram incluídas as mais modernas técnicas de investigação, interrogatório, planejamento e noções sobre as mais diversas áreas de atuação para cada profissão.

A disciplina de oratória e relacionamento com a mídia foi direcionada aos 37 alunos delegados. A duração foi de dois dias. O objetivo foi conscientizá-los sobre a importância do relacionamento positivo com a imprensa e da transmissão da informação de interesse público.

“O delegado precisa ter um contato próximo com o público, dar entrevistas que é o que transmite a informação a população de um modo geral, então consideramos uma disciplina muito importante a ser desenvolvida nesta fase do curso de formação”, disse o diretor da Academia de Polícia Civil e delegado Getúlio Teixeira.

Com mais de 25 anos atuando no jornalismo acreano, a palestrante Mirla Miranda foi a indicada pela Secretaria de Comunicação do Estado a transmitir o conteúdo desta área aos policiais. Ela ministrou sobre a importância da imprensa livre dentro de um estado democrático. Destacou as habilidades discursivas necessárias para favorecer o delegado em um relacionamento positivo com a comunicação e falou sobre a reflexão acerca da preservação da imagem institucional e difusão das informações de interesse público.

“Aplicamos uma metodologia teórica e prática. Tivemos discussão de grupo, gerenciamento de crise e o media training. Neste último, eles puderam experimentar a sensação de estarem sendo entrevistados e receberam noções de como se relacionar com a imprensa. O aproveitamento foi fantástico, todos interagiram muito e ficaram cientes sobre a importância de manter a integridade e a imagem da instituição”, destacou a diretora de Comunicação do Estado, Mirla Miranda.