Por enquanto não há necessidade de racionamento, mas a concessionária dos serviços de água e saneamento chama a atenção para a necessidade do consumo consciente.

Da assessoria – O Governo do Estado, por meio do Departamento de Água e Saneamento (Depasa) trabalha diuturnamente para garantir a captação, tratamento e distribuição de água. Manutenção permanente, investimentos na melhoria e monitoramento do sistema são algumas das ações diárias que garantem que a água chegue à casa do usuário mesmo em período de intensa estiagem.

Esta semana o nível do Rio Acre chegou à marca de 1,67m, um dos mais baixos nos últimos 14 anos. Ainda assim, de acordo com a direção do Depasa, o trabalho que vem sendo feito nos últimos 8 meses tem garantido que o sistema opere dentro da normalidade. Até o momento não há necessidade de racionamento. Entretanto, a concessionária dos serviços de água e saneamento do Acre chama a atenção para a necessidade do consumo consciente.

“Com muito esforço conseguimos aumentar a nossa captação e também a distribuição. Apesar de estarmos no verão, temos muita água. Alguns bairros que antes recebiam água a cada quatro dias, hoje recebem água dia sim, dia não”, informa o diretor presidente do Depasa, Zenil Chaves.

De outro lado, alerta o gestor, o “desperdício parece aumentar na mesma proporção em que melhora a distribuição”. A falta de boia nas caixa d’água, lavar calçadas com água tratada, escovar os dentes e lavar louça com torneira aberta, banhos demorados, são algumas práticas que contribuem para o aumento do desperdício de águia potável nas residências. “ Mesmo nesta época do ano, com frequência nos deparamos com caixas d’ água derramando, pessoas lavando calçadas com mangueira”, ressalta Zenil Chaves.

Desperdício é a gota d’água

Com o objetivo de sensibilizar a população quanto à importância do consumo consciente, o Depasa em parceria com a Agência Reguladora dos Serviços Públicos do Acre (Ageac) lançou durante a Expoacre 2019 a campanha de combate ao desperdício. Com o slogan “Despedício é a gota d’ água” a ação foi bem recebida pela sociedade e será ampliada e intensificada nos meses de agosto e setembro.

No final de agosto a campanha será lançada na Expojuruá, devendo alcançar ainda os municípios de Mâncio Lima, Sena Madureira, Brasileia, Capixaba, Epitaciolândia e Xapuri. “É uma campanha que tem como objetivo fazer o trabalho educativo em todos os municípios. Estamos num período complicado, com o rio baixo. Cada um precisa fazer a sua parte. Por isso estamos levando a campanha para as escolas. O objetivo é difundir boas práticas para o uso da água, formar multiplicadores dessa ideia”, lembra Alexandra Lopes Lima, chefe do Núcleo Sócio Pedagógico do Depasa.