Sergio Moro deixa de ser unanimidade e vira alvo de críticas dentro do governo

Ex-presidente pode ter direito a pedir prisão domiciliar no mês que vem. Nos bastidores a atuação dele é considerada isolada

O ministro da Justiça, Sergio Moro, começa a enfrentar desgaste no Palácio do Planalto. Em público, nenhum integrante do governo faz críticas ao ministro mais popular da Esplanada, mas nos bastidores a atuação dele é considerada isolada. 

Moro tem sido criticado por não defender, com veemência, pautas do governo, como os decretos que flexibilizaram o acesso a armas de fogo. 

No Congresso, o pacote anticrime vem sendo desidratado e o próprio presidente Jair Bolsonaro pediu paciência ao subordinado.

Ao Ponto de hoje, os colunistas Bela Megale e Carlos Andreazza relembram os reveses que Moro sofreu e analisam como fica a relação entre ele e Bolsonaro daqui para a frente.