“O Toffoli é nosso”, tem dito Bolsonaro a aliados; a alegria de Bolsonaro com o ministro vem de algum tempo

Após ministro Dias Toffoli, revelar que atuou conter a insatisfação entre membros do próprio governo e que firmou um acordo para manter Lula como preso político, Bolsonaro tem afirmado que “o Toffoli é nosso”.

Brasil 247 – Após o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, revelar que atuou conter a insatisfação entre membros do próprio governo e que para evitar um processo de impeachment de Jair Bolsonaro firmou um acordo para manter o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como preso político, o ex-militar agora tem afirmado que “o Toffoli é nosso”. 

A declaração, revelada pelo jornalista Laura Jardim,  utilizado por integrantes da Lava Jato que afirmavam que “o Fachin é nosso [ministro do STF Luiz Edson Fachin]” por ter determinado uma série de restrições aos direitos de Lula no cárcere em Curitiba. 

A alegria de Bolsonaro com o ministro da Supremo Corte já vem de algum tempo. No final de julho, Toffoli também decidiu suspender o uso de dados do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) em investigações sem prévia autorização judicial, beneficiando diretamente o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente. 

Toffoli, passou o processo à frente de outros 42 casos semelhantes que aguardavam uma decisão sua nos últimos dois anos. A decisão do presidente do STF que beneficiou Flávio Bolsonaro foi tomada no mesmo dia em que o pedido de suspensão das investigações foi protocolado pela defesa.