Um internauta usou sua página de rede social, para denunciar o descaso por parte da equipe de acolhimento da Fundação Hospitalar do Acre.

Nos últimos dias, a Fundação Hospitalar do Acre – FUNDHACRE, tem sido alvo de inúmeras críticas, tanto por parte de políticos, como pelos pacientes que dependem dos serviços oferecidos pela unidade.

A secretaria de saúde do estado, alterou a rotina de alguns profissionais de saúde lotados na Fundação, ao transferir vários deles para prestar serviços no Pronto Socorro e também em algumas UPAS – Unidades de Pronto Atendimento de Rio Branco.

A medida revoltou e desagradou muita gente, que simplesmente tiveram seus agendamentos cancelados e o pior, a secretaria de saúde sequer, apresentou um calendário para atender centenas de pacientes.

São cirurgias, consultas e exames que simplesmente estão sendo desmarcado, sem aviso prévio ou esclarecimento público, haja vista que muitos destes pacientes são do interior do estado. Alguns se deslocam por conta própria, fazem gastos e sacrifícios, na eminência de garantir um exame ou a esperada cirurgia, daí só ficam sabendo do cancelamento quando chegam no local e horário marcado.

O internauta Cosmo Maia, lamenta e repudia atitude da equipe de saúde do governo e pede providências, pois segundo ele, pessoas fizeram gastos de até R$ 1 mil para se deslocar por conta própria até Rio Branco e quando chegaram, tiveram a triste notícia de que não mais fariam tais procedimentos.

Até o fechamento da matéria, tentamos contato com assessoria da Sesacre, mais não obtivemos resposta.