A deputada federal do PSDB/Acre, Mara Rocha, fez duras críticas à contratação de um jatinho particular da empresa Manaus Táxi Aéreo para prestar serviço ao Acre.

A contratação feita pelo governador Gladson Cameli (PP) foi publicada no Diário Oficial desta quarta e Mara classificou o fato como “jatinho da imoralidade”.

Mara relembrou que Cameli chegou a citar que cancelaria a licitação e não o fez. “Durante semanas, acompanhei, pela imprensa, o desenrolar da notícia sobre o aluguel de jatinho para o Governo do Estado do Acre. A partir das declarações do governador Gladson Cameli, de que não teria interesse na contratação da aeronave, entendi que a licitação seria cancelada. Me enganei. Esse é o jatinho da imoralidade, pois há poucos meses falava-se em decretar situação de calamidade financeira e agora irá se gastar mais de R$ 5 milhões com o aluguel de um jatinho”, diz.

Mara afirmou que o momento financeiro do Acre não permite esse tipo de gastos. “Não posso concordar com esse contrato, por ser desrespeitoso com a realidade econômica do Estado e com a população do Acre. Estamos falando em gastos que podem chegar a R$ 5,2 milhões de reais por ano, em um momento de extrema dificuldade econômica”, diz.

A parlamentar disse ainda da legalidade entendida pelo Judiciário, mas frisou que trata-se de um ato imoral.

“Ainda que o Judiciário tenha compreendido que a contratação está legalmente amparada, tenho que considerar este contrato imoral e espero que o governador reveja sua posição e desfaça o contrato por estar em completa desarmonia com a realidade que vivemos”, diz. Por Gina Menezes / Folha do Acre