Ilderlei Cordeiro lança Programa Asas da Florestania nas Terras Indígenas de Cruzeiro do Sul

O Asas da Florestania existe desde 2007 e é promovido pelas prefeituras em parceria com o governo do Estado.

Em Cruzeiro do Sul, o programa iniciou na gestão de Ilderlei Cordeiro, que inova mais uma vez ao inserir as comunidades indígenas.

Compreendendo a importância de investir na educação das crianças, o prefeito Ilderlei Cordeiro deu início ao Programa Asas da Florestania nas Terras Indígenas de Cruzeiro do Sul. A solenidade de lançamento da nova modalidade educacional foi realizada nesta segunda-feira, 29, na Escola Tamakayã do povo Katukina.

Atualmente, o programa atende 65 comunidades rurais do município, proporcionando um melhor ensino para 505 alunos da zona rural. A partir de agora, oito aldeias se somam a lista de beneficiários, que contemplará mais de 50 estudantes indígenas.

O investimento foi celebrado pelo povo Katukina. “Nós já víamos projetando isso ao longo dos anos e ainda não tínhamos concretizado. E agora, com ajuda do prefeito Ilderlei Cordeiro, estamos realizando esse sonho de trazer uma educação específica para as nossas crianças com deficiência, com a contratação de professores indígenas”, frisou o cacique Fernando Katukina.

Durante a solenidade, que contou com a presença da vereadora Mariazinha, o prefeito efetivou a contratação de cinco professores indígenas e realizou a entrega de kits escolares aos estudantes, bem do material didático para ensino. Os novos docentes receberam uma formação da Secretaria Municipal de Educação.

“Estamos concretizando mais um compromisso de campanha: investir na educação das nossas crianças indígenas. Com o Asas da Florestania nas Terras Indígena, os professores irão nas casas dos estudantes que necessitam de um ensino especial. Além disso, efetivamos a contratação dos professores indígenas, pois compreendemos a importância disso para as aldeias, ao mesmo tempo que geramos emprego e renda”, endossou Ilderlei Cordeiro.

O Asas da Florestania existe desde 2007 e é promovido pelas prefeituras em parceria com o governo do Estado. Em Cruzeiro do Sul, o programa iniciou na gestão de Ilderlei Cordeiro, que inova mais uma vez ao inserir as comunidades indígenas.