Em Cruzeiro do Sul, todos os pacientes diagnosticados com autismo recebem atendimento.

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, reuniu-se nesta sexta-feira, 26, com o médico Aldemar Mazinho, o fisioterapeuta Diogo Oliveira e o médico-veterinário Sanderson Wille, com quem tratou sobre o método de tratamento de equoterapia.

A técnica terapêutica e educacional consiste na utilização do cavalo, dentro de uma abordagem multidisciplinar e interdisciplinar, nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas portadoras de necessidades especiais.

A ideia do grupo de profissionais é ofertar o tratamento para crianças portadoras de autismo, outras síndromes e transtornos, que fazem atendimento na rede pública de saúde. Em Cruzeiro do Sul, a técnica terapêutica é utilizada pelo fisioterapeuta Diogo Oliveira.

“Já têm uns anos que usamos o cavalo no esporte e, como sou fisioterapeuta, percebi que poderia o utilizar o cavalo como meio de tratamento para as crianças. Atualmente, atendemos algumas crianças no rancho e a nossa expectativa é ampliar o número de pacientes que se tratam com Equoterapia”, explicou Diogo.

Segundo o médico Aldemar Mazinho, o método é antigo e tem resultados surpreendentes. “O ganho dos pacientes é incalculável, tendo em vista que a técnica estimula todo o organismo do paciente. Os benefícios são incalculáveis”, observa.

O prefeito parabenizou o grupo pela iniciativa e destacou apoio. “O doutor Mazinho é nossa referência no tratamento com as crianças com autismo, bem como o Diogo é referência na área de Equoterapia e para nós é uma honra recebê-los. Vamos estudar a possibilidade de inovarmos mais uma vez nos atendimentos da rede pública saúde, a partir de um programa específico para o nosso município”.

No município, todos os pacientes diagnosticados com autismo recebem atendimento. A reunião foi acompanhada pelos vereadores Leandro Cândido, Francinei Melo, Mariazinha e Chaguinha do Povo.