Anulação ocorre após especulações quanto ao gasto com o contrato; Gladson declarou que equipe está autorizada a fazer o cancelamento

O governador Gladson Cameli (Progressistas) decidiu encerrar a polêmica com a licitação de jatinho no valor R$ 5,2 milhões. De acordo com Cameli, a decisão foi repassada para a equipe do governo para resolver os trâmites do cancelamento.

Após a circulação de notícias que dava conta da desistência, Cameli confirmou a anulação e disse que o jatinho iria servir a população. “Não ia ser pra mim, mas para as necessidades do povo que precisa, como por exemplo, na transferência de pacientes”, esclareceu.

O estado havia contratado 288 horas que poderiam ser utilizadas no prazo de 12 meses. A empresa ganhadora da licitação foi a Manaus Aerotáxi, do Estado do Amazonas. A anulação deverá ser publicada no Diário Oficial do Estado (DOE). Por Continet