É impressionante, como os que criticavam a postura do PT hoje praticam os mesmos atos

O vereador Emerson Jarude, afirma que sofre uma perseguição da militância aliada do governo, tudo por conta de ter se manifestado contra o aluguel de um Jatinho para uso particular de Gladson.

Em nota divulgada em sua página de Facebook, o vereador disse sofrer uma perseguição por parte daqueles que defendem o absurdo ato do aluguel da aeronave, que custará mais de R$ 5 milhões de reais anuais aos cofres públicos. O mesmo detalhou sua produção parlamentar até aqui, fazendo um contraponto aos ataques que supostamente veio a sofrer,inclusive com montagens de fotos.

Confira;

Estas duas imagens estão circulando nas redes sociais, em virtude da Ação Popular que eu apresentei para anular a contratação do jatinho pelo Governador Gladson. É impressionante como aqueles que tanto criticavam a postura do PT hoje praticam os mesmos atos.

Mas, aproveito a oportunidade para falar um pouco do meu trabalho nesses dois anos e meio de mandato.

– Primeiro parlamentar acreano a reduzir oficialmente os gastos do gabinete (compromisso de campanha);

– Primeiro parlamentar acreano a fazer processo seletivo (com prova objetiva a subjetiva) para contratar a equipe técnica do gabinete (compromisso de campanha);

– Autor do Projeto Caravana Fiscalização, que já percorreu os mais de 220 bairros de Rio Branco;

– 7.000 Proposições legislativas apresentadas (indicações de melhoria, projetos de lei, requerimentos, ofícios);

– Autor do Projeto de Lei da Inserção do Símbolo do Autismo nas placas de atendimento prioritário (aprovado);

– Autor do Projeto de Lei para impressão das contas municipais em Braille (em tramitação);

– Autor do Projeto de Lei para divulgação das filas de exames, cirurgias e atendimento médico nas rede pública municipal de saúde (aprovado e em andamento pela prefeitura);

– Autor do Projeto de Lei da Plataforma Virtual de Fiscalização de Obras Públicas Municipais (aprovado e andamento pela Prefeitura);

– Votei Contra o Aumento da passagem de ônibus;

– Assinei a CPI do Transporte Público, mesmo sob ameaça de cassação;

– Me manifestei contra o aumento de 20% do IPTU e apresentei anteprojeto para evitar;

– Único parlamentar que recebe diária como servidor da Casa e não como vereador;

– Autor do Projeto Revogaço, que catalogou em um único documento os 54 anos de produção legislativa da Câmara, com mais de 2 mil leis do município, e solicitou a revogação das leis em desuso;

– Cumprimento do mandato até 2020 (compromisso de campanha);

– Destinação da emenda parlamentar para educação e esporte;

– Autor do Projeto de Resolução para divulgar os gastos e projetos detalhados de cada vereador (em tramitação);

– Não possuo cargos indicados na Prefeitura ou Governo.