Vereadores de Brasileia se reúnem com a comunidade para discutir segurança na fronteira

Diante dos inúmeros, casos de violência e crimes fronteiriço, registrado no município nos últimos dias, com a fronteira aberta sem fiscalização com o País vizinho Bolívia.

Em outros casos de grande repercussão e comoção social como foi o caso recente de latrocínio (roubo seguido de morte), que vitimou no último dia,14, Raimundo Nonato Pessoa (Mundico) de 55 anos, que foi assassinado ao lado da esposa e teve a sua caminhonete roubada juntamente com a do seu amigo que estava em sua casa. Onde aconteceu o crime. Que fica localizada no ramal do km 59 zona rural de Brasileia.

E Preocupados com a falta de segurança na região de fronteira com o município. Familiares e amigos do Mundico como era chamado que foi vítima latrocínio (roubo seguido de morte), Se reuniram nesta segunda-feira,22, no auditório da Câmara Municipal, com o Presidente do Poder Legislativo, Rogério Pontes (MDB), Vereador, Vice Presidente, Marquinho Tibúrcio (PSDB), Vereador, Líder da Prefeita Fernanda Hassem e 1° Secretário da Câmara, Edu Queiroz (PT), Vereador 2°Secretário da mesa diretora, Rozevete Honorato(PSB) e os vereadores Antônio Francisco (PT), Rosildo Rodrigues(PT), Joelso Pontes (PP), Charbel Saady (PP), Mario Jorge (MDB), Reinaldo Gadelha (MDB).

E no final da reunião com os parlamentares, ficou definido para o dia 23 de agosto. Audiência Pública para discutir segurança na fronteira. Onde serão convidados representantes do Congresso Nacional, Poder Judiciário, Ministério Público, e as forças de segurança dos governos federal e estadual e a população em geral.

Veja o que disseram

“Os familiares e amigos do Mundico que teve o carro roubado e ainda foi assassinado na semana passada, nos procuraram aqui na Câmara Municipal para manifestar preocupação com a violência e roubos que são constante em nosso município que faz fronteira com a Bolívia. Que também é a preocupação e de todos nós vereadores. Diante dessa situação fizeram pedindo para o poder legislativo que nós de prontidão abraçamos a causa e vamos realizar Audiência Pública no dia 23 do mês que vem. Onde serão convidados todos os representantes do Congresso Nacional (deputados federais, deputado estudais, Senadores, Governador secretário Segurança Pública), Poder Judiciário, Ministério Público e a população que também será convidada para participar da Audiência Pública que vai discutir segurança na fronteiras”. Disse o Vereador Presidente do Poder Legislativo, Rogério Pontes.

“Agente se reúne hoje com os vereadores aqui em Brasileia, eles prontamente nos atenderam eu e meu irmão mas algumas pessoas e empresários da região e a preocupação já falei em outras ocasiões não vai trazer de volta à vida do meu irmão. Porém a gente pode a gente tem como fazer algo que possa ajudar a evitar que aconteça com outras pessoas. A gente está aqui para isso a gente tá tentando e vai ter uma audiência pública para que tome medidas necessárias. Para que essa violência não possa acontecer com a gente e nem com as outras pessoas de bem. E a sim possamos ter a garantia da nossa segurança.

O município na região está crescendo e a gente precisa ter uma vida. Tem uma segurança para saber que a gente possa sair e voltar para casa. Morar na zona rural tá muito mais perigoso que mora na cidade a vulnerabilidade é grande. E a gente precisa tomar uma Providência esse é o nosso recado e agradecer aí o apoio que os vereadores e a população que tem nos dado e ajudado nós também nessa luta “Enfatizou Vilson Pessoa, irmão de Raimundo Pessoa, mais conhecido como Mundico que vítima de latrocínio(roubo seguido de morte), no último, dia 14.