A deputada federal Perpétua Almeida comentou nesta sexta-feira (19) sobre a MP 881, que chegará ao plenário em agosto para alterações na CLT.

Para ela, essa será uma reforma trabalhista disfarçada e mais um ataque aos direitos dos trabalhadores. “Durante dois mandatos fui presidente do Sindicato dos Bancários, mas nunca vi, na história do movimento sindical, ataques tão violentos aos direitos dos trabalhadores. A MP 881 revoga lei que impede abertura de bancos aos fins de semana e permite trabalho aos domingos e feriados para todos os trabalhadores”, disse.

Ela complementou ainda que o descanso remunerado é constitucional no Brasil e o descanso aos finais de semana é também bíblico. “Os trabalhadores precisam se dar conta dessas maldades, descruzar os braços e partir para a luta! É hora de enfrentar o desmonte do Brasil e das conquistas históricas, desde a época de Getúlio, quando criou a CLT, a Confederação das Leis Trabalhistas, que o governo Bolsonaro joga por terra agora”.

A deputada garante também que vai visitar os sindicatos durante todo o dia e, no caso dos ônibus, nas madrugadas. “É preciso manter os trabalhadores atentos”, conclui a deputada.