O corpo foi localizado por moradores no final do dia, já estava em de decomposição avançado. Policiais tiveram que andar cerca de 300 metros até o onde estava o corpo.

No final do dia desta quarta-feira, dia 17, o caseiro de uma propriedade localizada no km 16, com acesso pela BR-317, na zona rural do município de Epitaciolândia, tomou um susto após ir verificar um aglomerado de urubus no meio do mato.

Inicialmente, se acreditava que poderia ser um boi ou cavalo, mas, quando andou cerca de 300 metros da casa, tomou um susto quando percebeu que seria um corpo já em decomposição. O mesmo saiu correndo para avisar o proprietário, que acionou as autoridades policiais.

Uma equipe da Policia Militar foi averiguar e comprovou a denuncia. Logo em seguida, o delegado que está respondendo temporariamente na fronteira, Rêmolo Diniz, se deslocou até o local com sua equipe afim de resgatar o corpo.

Somando a distancia até a propriedade, se acredita que seja cerca de 21 quilômetros, mais 300 metros dentro da mata e campo passando por córrego e barrancos. O corpo estava apenas de cueca e com a camisa sobre a cabeça.

Segundo o delegado, o corpo será levado ao IML na Capital, onde passará por exames para tentar chegar a causa da morte, mas, não descarta uma possível execução.

Mototaxista desapareceu desde o último domingo, dia 14 – Foto: Arquivo pessoal

Com o sumiço do mototaxista Pablo Costa Progênio, de 35 anos, no último domingo, dia 14, não está descartado que o corpo localizado seja ele. Mas, somente após os exames de DNA, as autoridades poderão confirmar a identidade da vítima.

No momento, apenas a camisa de cor rosa, na qual o mototaxista aparece em uma foto, seria a mesma que está no corpo encontrado, além da cor da pele e altura que coincidem.

O caso está em aberto e nada está descartado para tentar chegar ao(s) suspeito(s) neste caso. Por Alexandre Lima / oaltoacre