Delegado de Cruzeiro do Sul desmente boato de sequestro a criança de oito anos

Parece que um grande desentendido levou a polícia civil do município de Cruzeiro do Sul a investigar um suposto caso de tentativa de sequestro.

Ocorre que após uma criança de oito anos se perder da avó nas proximidades de um parquinho no centro da cidade, no último sábado, 6, o sumiço foi registrado na Delegacia de Polícia Civil como tentativa de sequestro, devido a menina ter sido encontrada com dois homens em um carro.

O comerciante Aldair José de Almeida procurou a delegacia para explicar que ele e um amigo se ofereceram para dar carona à criança. Ele desmentiu os relatos da avó da menina e garantiu que apenas tentaram ajudar a criança, que chorava muito na rodoviária de Cruzeiro do Sul.

Imagens de câmeras de segurança gravaram o momento em que ele e o amigo ajudaram a menina. Havia muita gente no local, algumas pessoas também se aproximaram para entender o que se passava com a criança. “Eu estava na frente do comércio do meu amigo quando vi a criança desesperada chorando. Quando ela passou ao meu lado perguntei o que tinha acontecido, foi quando ela disse que tinha se perdido da avó”.

A partir de então, ele relata que chamou o amigo e um funcionário dele pegou água para a criança. “A menina disse que tinha se perdido da avó na praça do Centro, então resolvemos levar ela no local e tentar achar ela. Antes de chegar, ela avistou a mulher e a devolvemos”, conta Aldair.

Aldair Jose e o amigo foram até a delegacia explicar a situação ao delegado Alexnaldo Batista. Foi o próprio comerciante que levou as imagens gravadas que mostram a menina se aproximando do comércio chorando e um funcionário dando água para a garota, bem como o momento em que ela entra no carro.

O delegado disse que as investigações se encaminham e apontam uma nova perspectiva. “O que se encaminha é que parece que não houve uma tentativa de sequestro e sim que dois amigos tentaram ajudar uma criança que estava perdida da avó, sendo encontrada em um local totalmente diferente do que a avó informou”, declarou Batista.