Prefeito Ilderlei Cordeiro realiza audiência pública sobre o transporte de combustível via fluvial

Preocupado com a segurança da população ribeirinha, o prefeito de Cruzeiro do Sul, Iderlei Cordeiro, realizou a primeira audiência pública do município para debater a situação do transporte de combustível fluvial. 

O debate foi promovido na manhã desta quarta-feira, 10, e contou com a participação dos prefeitos de Porto Walter e Marechal Thaumaturgo, bem como representantes de órgãos fiscalizadores, Bombeiros, Polícia Militar, Marinha, Ministério Público, distribuidoras locais de combustível, entre outros órgãos.

“Não dá mais para vermos as nossas famílias serem penalizadas em decorrência da forma de abastecimento inapropriada e do transporte ainda não regulamentado pelos órgãos responsáveis. Por isso, fiz questão de propor esse debate com o MP e os demais órgãos de segurança. A Agencia Nacional dos Transportes Aquáticos nos mandou um documento, avisando que já autorizou uma empresa a realizar o trabalho de abastecimento, com segurança, no Rio Juruá. O projeto da Orla da nossa cidade tem quatro portos para que possamos sanar as demandas da nossa cidade”, explicou o prefeito Ilderlei Cordeiro.

Entre os desdobramentos da audiência pública destacam-se: a concessão de 60 dias dada pelo Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) para o transporte de combustível; as embarcações transportadoras deverão atender as exigências da Antaq, Marinha e Imac; os tripulantes terão que ter treinamento sobre o transporte de combustível e gás de cozinha, entre outras exigências.

“Temos um problema seríssimo a ser resolvido. Queremos encontrar uma saída imediata para conseguirmos combustível para atender os serviços essenciais, limpeza pública, serviço de saúde e de educação”, salientou prefeito de Marechal Thaumaturgo, Isaac Piyãnko.

O abastecimento de combustível para Marechal Thaumaturgo e Porto Walter retorna nesta quinta-feira, 10. As embarcações têm 60 dias para se adequar as exigências propostas pelos órgãos de fiscalização.