Deputado Jenilson Leite discute reivindicação dos vereadores de Jordão para o registro da arma de subsistência com a Polícia Federal

Jenilson esteve discutindo com a delegada Diana Calazans sobre a expedição do registro de arma para o cidadão que faz o uso deste instrumento para a caça de subsistência.

O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB), vice-presidente da ALEAC, esteve na superintendência da Polícia Federal, em Rio Branco, para discutir com a delegada Diana Calazans Mann sobre a expedição do registro de arma para o cidadão que faz o uso deste instrumento para a caça de subsistência. Ou seja, aqueles que residem na zona dos municípios do Acre que depende das armas de fogo [espingardas], para prover os alimentos com a caça de animais.

Ao parlamentar, a delegada informou que o dono da arma deve fazer a solicitação do registro preenchendo um formulário na internet no site da instituição, e, posteriormente, um agente da PF vai ao município confirmar com o proprietário. Uma espécie de perícia para averiguar se realmente a arma pertence a pessoa que fez o cadastro.

O deputado disse à delegada que vai conversar com os vereadores e a gestão municipal para que mobilizem e deem o apoio necessários aos moradores rurais para a realização desse cadastro, e também pediu agilidade da PF em ir ao município. “É importante que a Câmara e a Prefeitura deem o apoio necessário aos moradores da zona rural que precisam realizar esse cadastro, haja vista que poucas pessoas sabem dessa informação, também não tem noção de informática. Também é fundamental que após a conclusão dessa etapa, a PF agilize essa perícia”.