Dupla é condenada a mais de 46 anos de prisão por morte de adolescente em Rio Branco

Cada um dos acusados foi condenado a 23 anos e 4 meses de prisão em regime inicial fechado. Cristiano de Lima, de 16 anos, foi achado morto em dezembro de 2017 no bairro Rosalinda.

Dois homens foram condenados a mais de 46 anos pela morte do adolescente Cristiano Rodrigues de Lima, de 16 anos, no dia 30 de dezembro de 2017, em Rio Branco.

O corpo de Lima foi encontrado por populares com um corte na garganta em um terreno baldio no bairro Rosalinda, próximo à entrada do bairro Cidade do Povo.

Na época do crime, o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) informou que Lima estava desaparecido desde o dia 29 de dezembro de 2017, um dia antes de ser achado. A polícia chegou a dizer que ele, aparentemente, não apresentava nenhum outro sinal de agressão, além do corte na garganta.

Marcelo Pereira Barbosa e Francisco Leonardo Vieira foram condenados pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima. Cada um dos réus levou uma pena de 23 anos e 4 meses de prisão em regime inicial fechado, o advogado dos réus, Gustavo Saldanha, afirmou que não vai comentar sobre o caso.

Conforme a Justiça do Acre, os dois acusados eram amigos da vítima e, inclusive, frequentavam a casa dele. Isso teria sido determinante para que eles conseguissem levar Lima até o local em que foi morto.

Do g1 Ac