Professores e demais servidores de escolas da rede pública do estado e município fazem manifestação em apoio ao corte de verbas de instituições de ensino

A Polícia Militar esteve acompanhando a manifestação da educação para garantir a segurança e a ordem no local.

Na manhã desta quarta-feira o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (SINTEAC) convocou os servidores para a greve Nacional que acontece em desfavor do corte de verbas em instituições de ensino não só Universidades Federais, mas também algumas escolas da educação básica.

As aulas do turno da manhã foram suspensas para que este ato pudesse acontecer com a participação de todos professores, demais funcionários e alunos das escolas públicas que se concentraram em frente ao Palácio de Rio Branco, no centro da Capital. Esse bloqueio no orçamentário foi anunciado a alguns dias atrás pelo Ministério da Educação e provocou várias reações negativas pelo país.

A Presidente do Sindicato da Educação, Rosana Nascimento se falou a respeito do ato que acontece: “O ato busca mobilizar a sociedade acreana contra o desmonte da educação básica e os cortes das universidades públicas e institutos federais, já greve geral busca defender a escola pública e discordar do projeto Escola sem Partido”, disse a professora Rosana Nascimento.