Deputado Jenilson Leite e outros médicos realizam ação de saúde em alusão aos 106 anos de emancipação política de Tarauacá

O Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinteac) e o gabinete do vereador Lauro Benigno também são parceiros na atividade de saúde.

Os médicos Jenilson Leite, que é deputado estadual, Rodrigo Damasceno, ex-prefeito do município e dono da Clínica São Bernardo, e Rosivânio Kaxinawá estão promovendo uma ação de Saúde em Tarauacá em comemoração aos 106 de emancipação política e a administrativa da terra do abacaxi grande. Cuja data do aniversário é hoje. O Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinteac) e o gabinete do vereador Lauro Benigno também são parceiros na atividade de saúde.

Durante todo o dia de hoje, na galeria Ricardo, estão sendo ofertados atendimentos com o clínico geral Dr. Rosivânio, exames de ultrassonografia e eletrocardiograma com o Jenilson, e ginecológicos com o Rodrigo Damasceno. Todos que buscarem atendimentos serão atendidos, pois a ação ocorre durante o dia e pode adentrar à noite, dependendo da demanda do público.

Jenilson Leite realiza essas ações de saúde quase que mensalmente no interior do estado, dessa vez, uniu seu trabalho com o colega Rodrigo Damasceno que através da Clínica São Bernardo desenvolve nos bairros de Tarauacá atividades semelhantes ao colega deputado. Antes dessa atividade em Tarauacá, sua terra natal, Leite havia atendido os povos indígenas da etnia Jaminawa, no município de Assis Brasil, na fronteira do Brasil com o Peru.

Segundo o deputado, o meu desejo é que nesse dia que se comemora o aniversário de Tarauacá houvesse shows mistos, ou seja, contemplando o público evangélico e católico, atividades de saúde promovida pelo poder público e torneio de futebol, uma verdadeira festa. “Gostaríamos de presentear nossa população de outras maneiras, com uma cidade organizada, shows, mas o que podemos fazer é isso. A gente só dá o que tem e o que pode”. O parlamentar também criticou a situação caótica que a cidade vive no dia do seu aniversário. “Precisamos de gestores bons, capaz de gerir bem nossa cidade, que possamos andar nas ruas sem tomar banho de lama. Tarauacá não pode continuar assim”.

Pelo Decreto em 23 de outubro de 1912, foi criado o município de Tarauacá, o qual levava o mesmo nome do departamento, este instalado em 24 de abril de 1913, data em que Vila Seabra foi elevada à categoria de cidade e mudou o nome para Tarauacá passando a ser município, em homenagem ao rio que banha a cidade.

A região era habitada por índios Kaxinawá e Jaminauas, às margens dos Rios Tarauacá e Muru. Tarauacá é nome indígena e significa “rios dos paus ou das tronqueiras”. A lenda da “terra do abacaxi gigante” se dá porque o fruto produzido na região chega a pesar até 15 quilos.