Em Cruzeiro do Sul, Polícia investiga execução de homem enquanto dormia

Delegado não descarta acerto de contas. ‘Temos evidências que pode ter sido um acerto de contas’, diz delegado que investiga o caso.

A polícia de Cruzeiro do Sul, continua investigando para tentar prendeu dois homens que invadiram uma casa no bairro do Telégrafo, na manhã desta terça-feira (23), e executaram o ex-presidiário Giliarde Ferreira da Conceição.

Depois de mais de 24 horas de apuração, a polícia afirma que já tem pistas, mas ainda não conseguiu chegar ao paradeiro dos assassinos.

O delegado Lindomar Ventura disse que, logo que as informações sobre o crime chegaram à delegacia, uma equipe de policiais foi designada para tentar identificar e prender os responsáveis pelo homicídio. Segundo ele, acredita que em breve o crime será esclarecido.

“Pelas circunstâncias dos fatos, pela dinâmica do crime, as nossas investigações em andamento sobre as organizações criminosas, a gente acabou trilhando uma linha de investigação que deu bons frutos. Então, a gente espera que em poucas horas tenhamos um resultado positivo em relação a esse homicídio”, disse Ventura.

A polícia não detalha o que foi apurado até o momento em relação às buscas aos suspeitos, sob alegação que se revelar as informações pode atrapalhar o andamento das investigações.

A vítima levou cinco tiros no momento que dormia em uma rede na casa onde morava. Segundo a polícia, Conceição já tinha cumprido pena no presídio de Cruzeiro do Sul e seria integrante de uma facção que atua na segunda maior cidade do Acre.

“Toda dinâmica do homicídio caracteriza uma execução. Temos evidências que pode ter sido um acerto de contas com base nessa disciplina da organização criminosa. A vítima pode ter feito alguma ação dentro da organização e pagou com a vida”, conclui o delegado.

Por Mazinho Rogério