Vacinação contra gripe tem 26 mil doses a mais para profissionais da segurança no Acre

Profissionais que atuam nas forças de segurança e salvamento no Acre também estão entre o público-alvo desta etapa da vacinação contra a gripe H1N1.

O público a ser vacinado é de 236.710 pessoas no Acre mas o Ministério da Saúde enviou 261.100 doses do imunizante -ou mais 26 mil incluídos nessa etapa.

A 2ª fase da campanha começa de fato nesta terça-feira (23) e segue até 1º de julho. Em uma primeira fase, que durou até o dia 18 de abril, serão priorizadas crianças com idade entre 1 e 6 anos incompletos, grávidas e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto). A escolha, de acordo com o Ministério da Saúde, foi feita por causa da maior vulnerabilidade do grupo.

No país, totalizam cerca de 900 mil pessoas, a partir deste ano, que passam a fazer parte do público-prioritário da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza.

Esses profissionais, assim como os demais já contemplados na campanha, são expostos em atividades de risco em locais de aglomerações, um dos principais fatores de propagação do vírus da influenza. Para garantir essa ampliação, o Ministério da Saúde está adquirindo mais um milhão de doses da vacina, além das já previstas, com o Instituto Butantan, responsável pela produção do imunobiológico.

A partir de agora até o dia 31 de maio, todos os públicos-prioritários podem procurar os postos de saúde para se vacinar. Na primeira fase da campanha, de 10 a 18 de abril, só estavam sendo vacinadas crianças e gestantes. Agora, fazem parte desse público as gestantes e crianças menores de cinco anos e onze meses; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional, pessoas com doenças crônicas ou com outras condições clínicas especiais, além dos professores da rede pública ou privada.