ALEAC realizará sessão temática com o diretor-presidente da Aneel para discutir preço da tarifa da energia no dia 26 abril

O evento está sendo coordenado pelo gabinete do vice-presidente da ALEAC, Jenilson Leite, e pelo coordenador da bancada federal senador Sérgio Petecão.

A Assembleia Legislativa do Acre realizará uma sessão temática com o diretor-presidente na Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), André Pepitone, no dia 26 de abril, para discutir o reajuste na tarifa de energia elétrica no estado.

A vinda do diretor da Aneel foi pactuada em Brasília, numa audiência pública com Pepitone, proposta pelo deputado federal Jesus Sérgio (PDT). Contudo, a data foi acertada pelo coordenador da bancada, na qual delegou a responsabilidade de organizar o encontro no Acre ao precursor do movimento pela redução do preço da tarifa da energia elétrica no parlamento estadual.

A partir da ação judicial peticionada pelas defensorias públicas da União e do Estado contra o aumento, e a reunião dos parlamentares em Brasília, o reajuste de 21% aprovado pela agência reguladora e aplicada pela Energisa, empresa que arrematou a Eletroacre por 50 mil em leilão, baixou para 18%. Todavia, o reajuste vigente é considerado abusivo tendo em vista o poder aquisitivo do consumidor acreano, além disso, o Acre não faz o uso das termelétricas. Que contribui para elevar o preço da energia. Também em Brasília, foi criado uma comissão de desoneração do preço da energia no Acre.

O convite para a sessão temática foi feito a todos os parlamentares federais, OAB, MPAC, Defensoria Pública da União, Defensoria Pública do Estado, Câmara de vereadores, Prefeituras, Associação de Moradores e movimentos sociais. Todas essas entidades são contrárias ao aumento.

Outra conquista dessa luta contra o reajuste da tarifa de energia foi o adiamento do novo reajuste com o mesmo valor que estava previsto para o mês de julho. Além de ter sido adiado, se ainda houver o aumento, não será no valor do atual.

Para o deputado Jenilson Leite, somente a união das forças políticas do Acre, movimentos sociais, MPAC, defensorias públicas e toda a sociedade poderá obter uma vitória frente aos preços abusivos praticados pela concessionária de energia, que comprou a Eletroacre prometendo melhoria na qualidade de distribuição e um preço justo ao povo acreano. “ A queda do preço da energia é graças a união de todos os acreanos que se dispuseram a lutar contra essa justiça. Essa vinda do André Pepitone é um momento ideal de expor nossa indignação e dizer ao preço impagável da conta de luz”.