Garota de 12 anos morre ao ser atingida com tiro na cabeça; alvo era o pai, diz polícia

Menina estava na Rua Foca do Conjunto Ilson Ribeiro com o pai quando foi atingida, nesta quinta (18). Cerca de 10 minutos depois, outras duas pessoas foram baleadas no bairro Jequitibá.

Uma menina de 12 anos morreu no final da tarde desta quinta-feira (18) após ser atingida com um tiro na cabeça. O crime ocorreu na Rua Foca, Conjunto Ilson Ribeiro, em Rio Branco. A vítima foi identificada como Melina Queiroz Pimentel.

À Polícia Militar do Acre (PM-AC), moradores relataram que o alvo dos tiros era o pai da menina. Ao perceber que tinha errado, o bandido teria dito ‘errei ele e matei a menina’.

O Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) informou que a vítima morreu enquanto era socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), no Pronto-Socorro.

Ainda conforme a polícia, a menina estava em um comércio com o pai limpando peixe quando um dos suspeito entrou atirando. O pai conseguiu se esquivar, mas Melina foi atingida na cabeça.

A polícia diz que foi encontrada uma cápsula de pistola ponto 40 no local.

O bandido fugiu por uma rua lateral do comércio . A PM-AC esteve no local, mas ninguém foi preso até a última atualização desta matéria.

Outros dois baleados

Ainda segundo o Ciosp, cerca de 10 minutos depois dois homens foram baleados na Rua Severino, bairro Jequitibá, próximo do local da primeira ocorrência.

A polícia não soube afirmar se os casos têm ligação, mas a suspeita é de que os autores dos disparos sejam os mesmos.

Os dois homens foram atingidos por tiros, sendo um ferido no tórax, braço e costelas. O caso foi semelhante ao da adolescente, dois homens passaram e atiraram nas pessoas que estavam na rua.

Do G1 Acre