Saiu a primeira grande obra do governo Cameli: a demolição do prédio onde funcionou, durante anos, a Polícia Federal.

Um governo que comemora demolição, quando completa 100 dias, merece cuidado. Esse prédio, embora estivesse com aspecto de abandono, não era uma edificação qualquer.

Era histórico. Foi erguido no governo de Guiomard Santos, entre o fim da década de 1940 e início de 1950.

Estava em processo de tombamento. Portanto, tinha proteção legal para não ir ao chão.

Fazia parte de um perímetro identificado no Plano Diretor do município de Rio Branco como “Zona de Especial de Interesse Histórico”.

Os imóveis situados no interior desse perímetro, por si só, já têm uma proteção diferente, quando do licenciamento para obras de reforma, ampliação ou demolição.

O prédio foi ao chão. Não há como construir outro igual. O local será destinado a um estacionamento. Mas o Ministério Público, o Guardião da lei, não pode cruzar os braços e se omitir.

Veja o Vídeo: