Suspeito de matar turista achado sem as roupas e o celular é preso em Rio Branco

Prisão ocorreu no bairro Papoco. Segundo Polícia Civil, Suzeudo Alves do Nascimento, de 32 anos, negou participação no homicídio.

Suzeudo Alves do Nascimento foi preso nesta sexta-feira (15) em Rio Branco — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Suzeudo Alves do Nascimento, de 32 anos, foi preso nesta sexta-feira (15), no bairro Papoco, em Rio Branco, suspeito de participação na morte do turista Maurício Silva, de 29 anos. A vítima foi achada morta a facadas no último dia 3 de fevereiro.

Conforme a Polícia Civil, o suspeito foi preso durante uma ação de cumprimento de mandados de prisão na região Central da capital acreana pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O coordenador da DHPP, delegado Cristiano Bastos, afirmou que Nascimento foi interrogado e negou envolvimento no crime. Mas, segundo ele, as investigações apontam que o homem foi um dos autores do homicídio.

Na mesma ação da Polícia Civil, Alexandro Lima, de 32 anos, foi preso em flagrante por tráfico de drogas. Com ele, a polícia encontrou tabletes de maconha, duas pedras de oxidado de cocaína, dinheiro trocado e material utilizado para embalar a droga.

Os dois suspeitos, segundo a polícia, já respondem por outros homicídios e crime de tráfico de drogas. Eles foram levados para o Presídio Francisco D’Oliveira Conde.

Entenda o caso

Silva foi morto após levar dez facadas na noite do domingo 3 de fevereiro. A suspeita inicial era de latrocínio, hipótese já descartada pela polícia.

A vítima era natural de São Paulo e estava hospedada no Hotel Triângulo desde o dia 26 janeiro e teria saído por volta das 19 horas e foi encontrado perto do hotel sem o celular e as roupas.

Segundo amigos da vítima, ele ainda foi socorrido e levado ao Hospital de Urgência e Emergência Rio Branco (Huerb), mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 23 horas.

Do G1 Acre