Pai e primo suspeitos de estuprarem menina de 12 anos são presos em Feijó

Criança relatou que era abusada pelo pai há, pelo menos, um ano e pelo primo há cerca de quatro meses. Caso ocorreu na zona rural da cidade de Feijó.

Um homem de 52 anos e outro de 33 foram presos em flagrante, na quinta-feira (14), por estupro de vulnerável no Seringal Santa Maria, na zona rural da cidade de Feijó, no interior do Acre. De acordo com a Polícia Civil, eles são pai e primo da vítima que tem apenas 12 anos.

A menina relatou à polícia que começou a ser abusada pelo pai há, pelo menos, um ano na área do roçado da propriedade. Em seguida, o homem passou a estuprá-la dentro de casa. A mãe da criança, que tem uma saúde debilitada, disse que não tinha conhecimento dos fatos.

“Nós recebemos a denúncia na delegacia e, na sequência, já providenciei a equipe para ir ao local onde o crime estava sendo praticado. Daí, conduzimos os dois para a delegacia, autuamos em flagrante e a prisão já foi convertida em preventiva. O pai e primo da menina foram levados para o presídio de Tarauacá”, informou o delegado.

Há quatro meses, o primo da vítima foi morar na casa da família e também passou a abusá-la, segundo o delegado. A criança foi submetida a um exame de corpo delito, que comprovou a violência sexual.

“Não paira nenhuma dúvida. Ela foi vítima do pai e, na sequência, foi vítima do primo. Ela fala com riqueza de detalhes e com muita propriedade dos fatos. Conselheiras tutelares estiveram acompanhando o caso. Segundo ela, essa prática tem, pelo menos, um ano. A mãe é uma senhora com uma saúde debilitada, a idade chegou e ele passou a se interessar pela filha”, contou o delegado.

Por Iryá Rodrigues, G1