Gladson prometeu mudar, mas não mudou!! O corredor de observação do HUERB é considerado o corredor da morte

O que não se deve fazer, mas é o que mais vemos fazendo é ficar se espelhando no passado, se foi ruim, mudaram para melhorar e não para piorar.

Um corredor de morte. Infelizmente é assim pode ser classificado o corredor de observação do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco, onde a imagem é fonte. Foi enviada por um dos poucos médicos de plantão na unidade.

Com menos de 70 dias, o Governador Gladson Cameli adoeceu e para a sua sorte é rico e Governador, não precisa do sistema público de Saúde, diferentemente daqueles que se encontram em um leito do HUERB clamando por socorro sem ter na maioria das vezes nem remédio para passar a dor.

A notório que a saúde está sob calamidade pública. O Acre perdeu mais de 80 médicos, desde que o atual governo assumiu e a falta de reação e a resistência que o Governo oferece à aceleração está tirando vidas. Infelizmente é assim que é a realidade para os menos favorecidos.

São situações que precisam de medidas a serem tomadas a curto prazo, para que o cidadão acreano não continue sofrendo da forma que está, o Governador Gladson prometeu a tão esperada mudança para melhor, mas até agora o que vemos é simplesmente a situação só piorando.