Vídeo: Caos na Saúde do Governo Cameli deixa pacientes a mercê da própria sorte no Pronto Socorro de Rio Branco

Vale da morte, enferninho, dentre outros apelidos que a população define em poucas palavras o ambiente macabro que se tornou o Pronto Socorro da Unidade Hospitalar na Capital Rio Branco.

Não é de hoje que a população acreana enfrenta o problema com a saúde pública especialmente em Rio Branco por se tratar de uma Capital com um número elevado de habitantes e lamentavelmente sobrecarrega as demandas da saúde pública.
Por muitos anos a população cobrou melhorias e pode-se dizer que comparado outrora a saúde teve grandes avanços, mas mesmo assim deixou a desejar, tendo muito para se fazer, e nos dias de hoje a população, através das redes sociais, expõe a atual situação enfrentada pelos pacientes e funcionários.

De acordo com informações durante a madrugada deste sábado o plantonista foi embora às 21h de sexta-feira, porque descobriu que não assinaram seu contrato, a questão é que na maior unidade de saúde de Rio Branco se recusaram em atender uma pessoa em risco de morte e tantos outros pacientes que necessitam de atendimento.

Bem, longe de responsabilizar os atuais Gestores ou o novo Governador dos acreanos, Gladson Cameli, (PP) mas o objetivo desta publicação é chamar atenção dos novos Governantes que hora tomam posses em seus respectivos mandatos eletivos, mas vale ressaltar que foram eleitos com a promessa de que tinham a solução para este problema.

Acredita-se que se fosse para continuar como estava a população teria optado em continuar com os governos anteriores, mas não, escolheram o novo, a tão sonhada “mudança” pois Gladson prometeu que tinha a solução para os Problemas, então se tem a solução se faz necessário que a ponha em prática imediatamente, pois estamos falando de vidas.

Mas a solução não seria jogar a culpara para A ou B se faz necessário arregaçar as mangas e tomar medidas a curtíssimo prazo para evitar que o pior aconteça.

Entretanto, temos consciência que alguns esforços foram feitos no sentido de amenizar e resolver os graves problemas de atendimento à população e de Gestão da Unidade de Saúde que é referência e ponto de partida para todos os cidadãos e cidadãs que necessitam cuidar da saúde. Enfim, a situação atual é caótica e requer de imediato ações firmes e eficazes que possam solucionar o grave problema que massacra a população.

Veja o Vídeo: