Vereador Dankar, secretário Moisés Diniz e coordenadores do Proerd se reúnem para debater demandas do programa

O encontro aconteceu na quarta-feira, 30, e teve como objetivo debater sobre a liberação das emendas no valor de R$ 13 mil, destinadas pelo parlamentar ao programa.

O vereador Mamed Dankar (PT) destaca a reunião com os coordenadores do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) e o secretário Municipal de Educação, Moisés Diniz.

“A destinação de parte das minhas emendas foi uma das formas que encontrei de contribuir com o programa, que há 19 anos desenvolve junto aos jovens, ações educativas e de prevenção nas escolas do Acre, tanto públicas quanto particulares. Este programa figura entre os três maiores programas de prevenção do Estado do Acre, feitos pela segurança pública e pela educação acreana, e o meu desejo é que ele se estenda para todos os 22 municípios. E  como disse o coordenador do programa, não podemos perder essa nova geração como ocorreu com a anterior”, disse o parlamentar.

De acordo com Dankar, durante a reunião foi colocado em pauta os principais gargalos enfrentados pela equipe, no que diz respeito a execução do projeto. “Essa emenda vai servir exatamente para suprir algumas necessidades, em especial, no que se refere a material audiovisual: caixa do som, retroprojetor, tela, computador, enfim”, disse o vereador.

Ainda de acordo com o parlamentar, colocou-se em pauta também uma aproximação maior da prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Educação, com os projetos desenvolvidos pela Polícia Militar.

“É importante que o Poder Executivo tenha uma maior participação nos projetos de policiamento escolar, comunitário e outros que sejam relevantes e que dialoguem diretamente com a prevenção e combate as drogas. Nesse sentido, ficou acertada uma nova reunião entre a equipe do Proerd e a Secretaria de Educação para que possam discutir a ampliação do programa”, disse ao pontuar ainda que dentro dessa ampliação do programa está a possibilidade de capacitar também os professores das escolas públicas no que diz a abordagem sobre as drogas.

Por fim, o vereador lembrou que mais de onze mil alunos em todo o Estado já passaram pelo Proerd no ano de 2018. Daí você tira como a Polícia Militar tem transformado o Proerd em um caminho adequado para reafirmar a prioridade da proteção da criança e do adolescente de forma plena e inequívoca. É impressionante a dedicação que cada instrutor tem para desempenhar a sua função. Sem dúvida é um programa que tem feito a diferença na comunidade escolar. A nossa contribuição tem que ir além de uma emenda. A parceria dos Poderes com esse projeto é fundamental”.

Proerd

O programa é desenvolvido em todo o Brasil. A missão dele é conscientizar os jovens sobre os malefícios e prejuízos causados pelo uso das drogas e pelo ingresso no mundo da criminalidade. Nas escolas ele funciona por meio de palestras, orientações e disciplina.

No Acre, o Proerd existe desde 1999 e de lá para cá, já alcançou 154 mil crianças e adolescentes. Atualmente, além da capital, o programa atua em outros municípios como Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves e Mâncio Lima.