Os casos serão investigados pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A noite desta sexta-feira (25) foi marcada com muita violência na capital. Em menos de 5 horas, moradores testemunharam as ações de organizações criminosas que agiram com requintes de execução. Três pessoas foram mortas e três ficaram feridas a tiros, os crimes ocorreram nos Bairros Belo Jardim, Taquari e Boa União em Rio Branco.

No início da noite, o presidiário em condicional Mateus Melo da Silva 20 anos, foi executado a tiros em via pública na Travessa Antonieta em frente a escola Manoel Machado no bairro Belo Jardim I, em Rio Branco.

Segundo informações da Polícia, Mateus estava na frente da sua casa sentado conversando com sua irmã, quando dois homens não identificados em uma motocicleta se aproximaram e o garupa de posse de uma arma de fogo efetuou um tiro. Mesmo ferido Mateus correu cerca de 20 metros na tentativa de fugir e caiu. Os criminosos se aproximaram efetuou mais 2 tiros que acertaram na boca e na cabeça e em seguida fugiram tomando rumo ignorado.

Já a segunda ocorrência aconteceu na Rua do Futuro, no loteamento Praia do Amapá, quatro pessoas estavam na frente de uma casa conversando quando homens que trafegavam em um carro modelo Fiat Estrada se aproximaram, desceram do veículo e de posse de armas de fogo efetuaram vários tiros contra as vítimas.

Fernando do Nascimento da Silva e Cristine Reis de Souza foram atingidos pelos projeteis e morreram. Um adolescente de 14 anos e uma mulher que não teve seu nome revelado foram feridos a tiros, ambos na região do abdômen.

Fernando morreu no local, já Cristine chegou a ser socorrida e encaminhada por terceiro em um carro até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA 2°Distrito) mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A outra mulher e o adolescente de 14 anos foram encaminhados ao Hospital de Urgência e Emergência em estado de saúde estável.

A terceira ocorrência aconteceu na rua 11 de Dezembro no bairro Boa União a vítima identificada como Sabrina de Oliveira Muniz, de 19 anos, foi baleada na perna enquanto caminhava em via pública com um homem.

Dois criminosos em uma motocicleta se aproximaram e o garupa de posse de uma arma de fogo efetuou vários tiros, e um dos projeteis acertou a jovem na perna.

Resposta da segurança

A Polícia Militar através do 2°Batalhão, após os crimes, colheram informações e em patrulhamento conseguiram prender 5 criminosos. Dois suspeitos de matar o detento em condicional Mateus Melo na Travessa Antonieta no Belo Jardim I. São eles:
Paulo Henrique dos Santos da Silva de 18 anos e Orlando Junior Raulino Lima de 19 anos, presos no bairro Canaã, região do Segundo Distrito de Rio Branco.

A dupla estava em posse de uma motocicleta roubada usada no crime, que estava escondido numa mata no Ramal do Macarrão.
Na ação foi apreendido, duas armas de fogo, munições, um colete balístico e a moto com restrição de roubo.

Já no caso do duplo homicídio e dupla tentativa ocorridos no bairro Taquari, foram presos pela morte de Fernando Nascimento da Silva e Cristine Reis de Souza os suspeitos, Everton de Assis Melo, Gabriel de Souza Lima e Gilcicley Ferreira Monteiro, o quarto envolvido fugiu nadando pelo Rio Acre.

Foram apreendidos com eles, quatro armas de fogo, munições, celulares, drogas e dois veículos sendo um deles com restrição de roubo.

“Aos nobres guerreiros do Segundo Batalhão da Polícia Militar o mais profundo respeito e reconhecimento, pela dedicação, abnegação, bravura e espírito de cumprimento do dever, bem como o sincero agradecimento pelas ações efetuadas, que dignificam o ideal policial militar de servir e proteger a sociedade com o sacrifício da própria vida”, disse o Secretário de Segurança Paulo César.

Os cinco suspeitos foram encaminhados a Delegacia de Flagrantes (Defla) para os procedimentos cabíveis.

Fonte: Folha do Acre