Joaquim Lira cobra posição do Governador Gladson a respeito de cargo do Governo em Brasileia

Será que essa conversa será igual a que o ex-presidente do PP em Brasileia? Vagner Galli, teve na Casa Civil, pois Galli foi tão humilhado pela equipe do Governador que abandou o barco.

Joaquim Lira (PP) de Brasiléia, em breve deverá estar conversando com a equipe do governo para definição de como os quadros do partido poderão contribuir na Região do Alto Acre. Segundo pessoas mais próximas a ele, existe uma expectativa de que seja definido em breve sua situação em algum cargo relevante para o município.

Segundo Lira, o Acre vive um momento importante de começar um novo projeto de governo que supere as “duas décadas perdidas da era Viana”, isolando assim como fez Bolsonaro (PSL), todos os infiltrados que ainda resistem em ficar no governo com risco de sabotagem.

Já em relação ao município de Brasiléia ele dispara: “Quanto aos opositores do governo Gladson (PP) que cobram mudanças estruturais em menos de um mês, usem o bom senso. Quem esteve no governo 20 anos e não fez a Ponte prometida que liga Brasiléia a Epitaciolândia, não tem moral agora de criticar nem sequer um paliativo na Ponte metálica. Deixem as cobranças para quando o atual governo concluir os desmandos deixados no Acre, desde busca de máquinas sumidas até salários atrasados, ” conclui o Búfalo do Alto Acre.