Corre rumores em Brasileia de que Dr. Márcio Lopes poderia estar de olho em 2020, Márcio diz que não Sabe de absolutamente nada

No Acre, médicos nunca é demais, e politico jovens também, o filho do Aldemir um dia vai chegar lá, o pai já foi prefeito por dois mandatos e a política tá no sangue.

O filho do ex-Prefeito Aldemir Lopes de Brasileia, Márcio José Correia da Silva Lopes se formou em medicina na Bolívia em 2012 e validou o diploma na Universidade Federal de Mato Grosso. Além disso, especializou-se em Clínica Médica, em Urgência e Emergência e em Emergência Cardíaca pela Universidade Brasil, em Florianópolis. Casado e pai de uma filha, Márcio se mudou para Santa Catarina onde atuou na área da Saúde, uma vez que o Acre não lhe disponibilizou oportunidades, mas chegando no Centro da região Sul do país, com o passar do tempo ele passou em um concurso e assumiu a Clínica Geral e a Urgência e Emergência da Fundação Hospitalar Santa Otília onde permanece até hoje, mas mesmo com as portas aberta fora do Acre, Márcio pretende voltar para perto de seus parente (Mãe, Pai, sobrinhos etc), mas para que o Acre recebe um excelente profissional é necessário que haja oportunidades e que o Governo do Acre valorize a Saúde do Estado e traga de volta profissionais bem qualificados. Acredita-se que no Acre, médicos nunca é demais. Corre rumores em Brasileia de que Márcio estaria cogitando uma possível candidatura, mas esta coluna entrou em contato com Dr. Márcio e ele nos afirmou que não está sabendo de nada a respeito do assunto.

A Festa do Guru

O Ex-Prefeito Aldemir Lopes (MDB) já está se articulando pra fazer a festa de filiação do novo filiado em Brasileia que já foi vereador e Vice Prefeito, o Dr. Valadares que tinha planos para 2020 pelo MDB agora vai ter que esperar para 2024 ou talvez para 2028, isso vai depender de quantos candidatos irão furar a fila das candidatura. Não vai chora Dr.!!!, Talvez o MDB possa ser vice na próxima eleição municipal.

Lideranças do Alto Acre

O guru do Alto Acre parece que tende ficar no isolamento ao menos em público do governador e do próprio partido. Em Brasiléia continua sendo o “grande gênio da política”, mas alguns emedebistas da Capital já mostram insatisfação nos bastidores de continuar dando sustentação ao ex-prefeito de Brasiléia Aldemir Lopes. Mas, que os incomodados que segurem a peteca porque o homem é protegido do deputado Federal Flaviano Melo (MDB).

Órfãos de pai

Se a turma do Gladson resolver isolar Aldemir para evitar alfinetadas da oposição, isso pode pôr em risco os afilhados do mesmo que dependem de sua tutela para garantir a tão sonhada CEC. Ainda que seja uma CEC1.

Nomeação não tá Garantida

Hospital de Brasileia, Wilde Viana já tem um Coordenador provisório o Dr. Rodrigo que também é médico do INSS no município, Rodrigo está à frente do Hospital, mas provavelmente pode ser nomeador até o final do mês pelo governador Gladson até o dia primeiro de Fevereiro como o novo Diretor.

Dr. Braga

Quem foi chamado pela a equipe do “Riquinho do Juruá” para ficar à frente do novo hospital foi o Dr. Edson Braga que não aceitou, ninguém sabe o motivo.

Visitando os Produtores 

O Secretário de Agricultura de Brasileia, Zé Gabriele (Também e vereador), andou visitando os Produtores Rurais do Ramal do Polo, entre ele o Produtor Zima e Lucimar, que se preparavam para ir à feira neste domingo. Será que nosso amigo secretário foi agraciado pelo menos com uma espiga de milho?

Língua na Bandeja do Bolo

Nos próximos dia o Fábio do Salgado vai descer o malho no “Riquinho do Juruá”, nas Redes Sociais, Fabio já está ciente de que não vai nem passar a língua na bandeja do bolo.

Triste de Emprego

Quem anda triste em Brasileia é a Chiquinha Aiache, uma das principais guerreiras na vitória de Cameli, Chiquinha já está quase acreditando que não vai participar do Governo Gladson, Aianche já está vendo um emprego na Bolívia.

Passaram a Borracha

Quem anda apagado é o Presidente da Câmara de Brasileia Rogério Pontes (MDB), depois de ser o Vereador mais bem votado da história na última eleição municipal com quase 900 votos, a população ainda não sabe para que veio, em 2020 talvez não chegue a 100 votos.

O Menino da Banana

Quem não está preocupado é o suplente Samuel Hassem (PSL) de Epitaciolândia que diz: Sou suplente do Vereador Rubens (PSD) e do Vereador Alcione Ferreira (PSD) de qualquer jeito vou ser vereador, um dos dois vai assumir cargo no Governo de Gladson e eu vou ser Vereador. Diz o menino da Banana.

Pesadelo

Esta coluna teve a informação de que o Vereador Rubens (PSD) pode assumir a direção da SEAPROF em Epitaciolândia, será que Rubens vai deixar de ser Vereador para ser coordenador, olhe lá Samuel o seu sonho de ser vereador pode desce por água abaixo!!!

Todos do lado de Flores

O Bairro José Hassem, em Epitaciolândia tem 5 vereadores, todos estão do lado do Prefeito Tião Flores é o maior Bairro de Epitaciolândia, cinco parlamentares debaixo dos braços de Flores e a população a mercê da própria sorte, haja flor no Jardim de Zin.

Caneta da exoneração

O Porta Voz do governo, Rogério Venceslau, alertou neste sábado (12), sobre o risco da caneta que nomeia servir para exonerar os “desobedientes” que insistem em indicar adversários, contrariando o governo e enraivecendo seus aliados. Agora fica a pergunta: Vai quebrar só o galho de ingá ou da goiabeira também?

Briga de Gente Grande

Nem mesmo conseguiu administrar a crise política em Sena Madureira, o governador Gladson Cameli (PP) já está envolvido em outra polêmica que é a nomeação do Ex-Prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, e que o Prefeito “Cordeiro diz não aceitar Vagner Sales como articulador político”, briga de gente grande pelas tetas no Governo.

Aqui não, Sales

O Prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, estima que o governador Gladson indique outro nome, com maior entrada nos diferentes segmentos, para ocupar o cargo de articulador político do governo do Acre.

Choro dos Evangélicos

Passado o período da “guerra santa” em que se transformou as eleições no país e definido os vencedores, os evangélicos parecem não ter recebido a devida parte do Bolo por terem se engajado na campanha de Gladson Cameli. Os religiosos, por exemplo, não foram contemplados em Alguns cargos de escalão no Governo Cameli.

Nada de Segundo Escalão

O Governador Gladson agora vai definir os nomes que ocuparão as presidências das autarquias e fundações, o segundo escalão. Até o momento, nenhum dos nomes oficializados no Diário Oficial do Estado tem relação com as igrejas ou foram frutos da indicação direta de seus líderes.  Isto incomoda parte dos pastores da capital.

Confusão

Essa muvuca toda em torno das indicações de pessoas ligadas aos governos antecessores é fogo, amigo. Há coisas que nas relações sociais que transcendem das regras políticas quando a retaguarda está baixa: amizade, parentesco, irmão de igreja, pedido do amigo do amigo, paquera, amante, ex-mulher e outras situações. Além do mais, muitos pularam do barco na reta final sabendo que não iam lograr êxito ficando ao lado da “estrela vermelha” e fizeram acordos nos bastidores. Há ainda aqueles que votaram a legenda toda na esquerda e hoje juram por tudo que há neste mundo que votaram no Gladson (PP), Petecão (PSD) e Márcio Bittar (MDB). São todos estes casos emblemáticos que cobram espaço e tem colocado saia justa no novo governo.

Lei de fácil acesso às armas

Praticamente todos os municípios do Acre (95,4%) poderão ter acesso facilitado às armas de fogo. O presidente Jair Bolsonaro quer normatizar ainda esta semana a posse do armamento em decreto que levará em conta a proporção de mortes violentas por 100 mil habitantes. No Acre, os homicídios somam 63 casos por 100 mil/h, situação que prevalece também nos municípios.

Palácio da Alvorada

A intenção do governo Bolsonaro de apresentar o italiano Cesare Batistti como um “troféu” acabou frustrada; pela manhã, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, deu como favas contadas a versão de que antes de seguir para a Itália, Batistti viria ao Brasil, em avião da Polícia Federal, para o devido show midiático; o general anunciou a versão depois de reunião com o presidente no Palácio da Alvorada; mas o premiê italiano Giuseppe Conte afirmou horas depois que ele será levado da Bolívia direto para a Itália.

Confrontação

O presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó, foi liberado depois de detido por algumas horas neste domingo pelo Serviço Bolivariano de Inteligência; Guaidó autodeclarou-se presidente do país há dois dias, em confrontação aberta com Nicolás Maduro, com o objetivo de criar um impasse internacional -o que conseguiu em parte, pois foi reconhecido como presidente do país pelos Estados Unidos e pelo Brasil.

O texto de Carlos Bolsonaro

O mais agressivo dos filhos de Jair Bolsonaro e responsável pela articulação e espírito da ação bolsonarista nas redes sociais, Carlos Bolsonaro, o preferido do pai, postou um tweet às 12h30 deste domingo com gravíssimas insinuações ao PT; o texto de Carlos Bolsonaro insinua que o partido sustentava Cesare Batistti, está por trás do assassinato do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel, em 2002, e que teria mandado matar Jair Bolsonaro no episódio da facada em Juiz de Fora, em 6 de setembro passado.

Twitter de Guaidó

Foi preso, nesta tarde, o presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó, que se declarou presidente da Venezuela, dias depois da posse de Nicolás Maduro para seu segundo mandato; a notícia foi data pelo twitter de Guaidó, que está desaparecido; o opositor de Maduro foi reconhecido como presidente do país pelos Estados Unidos e pelo Brasil; novo quadro deve acelerar os preparativos para uma guerra contra a Venezuela, com a possível participação do Brasil.

Antipetista

“Para esses críticos, na melhor das hipóteses a gestão de Maduro não é democrática e se vale de artifícios jurídicos para controlar o poder, sem apresentarem qualquer base factual para seus argumentos, salvo a oferecida pelos inimigos da revolução bolivariana, tornada falso consenso pelo peso da artilharia midiática”, diz o colunista Breno Altman; “apesar do discurso aparentemente esquerdista, diversas vezes antipetista, esses críticos querem ser aceitos como uma esquerda limpa e cheirosa, sem maiores tensões com a academia e a mídia”.

‘True or Not’

Mais um vídeo produzido pelo ‘True or Not’ chama a atenção para outras perguntas sem respostas que se acumulam em torno da ‘facada’ sofrida pelo então candidato à presidência da república Jair Bolsonaro; desta vez, o vídeo destaca a presença do ‘homem da camiseta azul’, que tentou evitar a aproximação de Adélio ao candidato e que teve seu depoimento suprimido pelas investigações; as novas imagens divulgadas – com nitidez impressionante – corroboram a tese de que houve uma ação deliberada que contou com vários participantes e que houve mais de uma tentativa de ataque, antes da ‘facada’ propriamente dita; pode-se ouvir a frase: “calma, tem que ter paciência”.

Avião da Polícia Federal

O italiano Cesare Battisti fará escala no Brasil antes de ser extraditado para a Itália; a decisão foi anunciada pelo ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, após reunião no Palácio da Alvorada; mais cedo, o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, chegou a informar que um avião do governo italiano estaria a caminho da Bolívia para buscar Cesare Battisti; Heleno, no entanto, disse que Battisti será trazido para o Brasil num avião da Polícia Federal e trocará de avião antes de seguir para a Itália.

Diálogo na Rede Social

Jair Bolsonaro criou mais polêmica no Twitter; neste domingo (13), ele defendeu a liberdade de expressão em um diálogo na rede social com a jornalista Eliane Cantanhede, que havia escrito um artigo criticando a gestão do capitão reformado; “Lamento a postura contínua deste jornal. A liberdade de imprensa é necessária e algo que governos anteriores tentavam burlar”, disse; o incômodo do presidente deve-se ao fato da jornalista ter apontado críticas ao seu modo de conduzir o governo, dizendo que ele “fala sem pensar” e “provoca confusões”.